Porque Deves Ter Mentores

A razão é de facto muito simples:

Porque sozinho não és capaz!

Em Outubro de 2013, conheci pessoalmente duas pessoas, que considero hoje como sendo meus mentores. O Rui e o Sílvio. Hoje vou falar-te do Sílvio.

Já me tinha deparado com ele pela Internet quando comecei a pensar em trabalhar na indústria do trabalho a partir de casa.

Cada vez que fazia uma pesquisa, sobre como ganhar dinheiro online, lá aparecia o Sílvio com rendimentos que faziam tremer qualquer pessoa comum como eu.

O mais engraçado foi que depois de o conhecer percebi que o Sílvio também era uma pessoa comum, a única diferença era que fazia coisas completamente fora do comum 🙂

Desde então tem sido uma pessoa que contribui enormemente para o meu desenvolvimento neste negócio. Ensinou-me muito daquilo que sei hoje.

Quando nos damos com pessoas que têm e fazem da vida deles aquilo que queremos para a nossa, torna-se inevitável começarmos a pensar e a agir como eles.

Desde então, estivemos juntos em muitas ocasiões, muitos eventos, muitos almoços e jantares, muitas festas e acima de tudo em muitos grupos de trabalho, onde aprendemos um com o outro. Nesta foto com a Cesarina (a sua esposa) e o Sílvio, estávamos nos Estados Unidos, a desfrutar de um evento Internacional completamente fantástico:

cesarina silvio e eu


Hoje somos para além de parceiros de negócios somos bons amigos e no seguimento dessa relação profissional o Sílvio entrevistou-me recentemente. Podes ver no vídeo abaixo essa entrevista:

Ter os mentores certos, significa que mais tarde ou mais cedo vais ter os resultados que tanto queres ter.

Aconteceu comigo! Porque não contigo? 😉

Forte abraço!

 

 

Tu Consegues!

Para qualquer pessoa que inicia o seu negócio online, existem como em todos os outros negócios, várias fases.

No internet Marketing é assim:

A primeira fase é conhecida pela fase do “grind”, a fase da rotina, a fase da mecanização e do trabalho. A fase da aquisição de novos conhecimentos e competências! A fase onde apenas temos que aprender e produzir!

A segunda fase, é a fase da expansão. A fase da equipa, a fase onde fazemos crescer uma grande organização.

A terceira fase, consiste na fase da duplicação, é a fase da construção de sistemas em si.

Neste artigo vamos cobrir apenas a primeira fase e para a entenderes deves ver o vídeo abaixo que fiz para te elucidar:

Agora que já viste o que vais ter que fazer, podes então tomar a tua decisão informada!

Não te esqueças. Não há atalhos!

Forte Abraço e até já 😉

 

BOTAO PDF

Não tenho Dinheiro!

Procuras financiar um projeto?

Precisas de dinheiro para investir no teu negócio?

Neste artigo proponho-te um “boost” de criatividade para arranjares soluções hoje ainda!

 

« Não Tenho Dinheiro para Investir no Meu Negócio » !

 

Se empreendeste algum projeto, ou se acabaste de iniciar um negócio online, vais precisar de fundos para financiar e lançar a tua atividade.

A vantagem do marketing de afiliados (falo da empresa com a qual trabalho) é que o investimento inicial é muito inferior a uma empresa do negócio tradicional.

Umas poucas centenas de dólares servem para iniciar o negócio e com 3 ou 4 mil dólares compram-se todos os produtos.

Se pensas que não tens dinheiro para investir no teu negócio e na tua educação, então és provavelmente vítima de crenças limitativas!

Mas tranquiliza-te, não és o(a) único(a).

O problema é que poucas pessoas têm essa consciência. E alguns até rejeitam a ideia de terem crenças limitativas.
Para saber se tens crenças limitativas em relação ao dinheiro, podes ler o livro de T. Harv Ecker  «Segredos da Mente Milionária», verifica se colocas em prática os 17 princípios do livro.

Podes descarrega-lo clicando na imagem abaixo:

 

 

Eu & As Minhas Crenças Limitativas

 

Pessoalmente, as minhas crenças limitativas atrasaram a progressão do meu negócio. Só passados 4 meses e meio de ter iniciado a minha atividade é que comecei a modificar as minhas crenças limitativas e só assim consegui mudanças positivas a nível financeiro.

Quando tomei consciência das minhas crenças limitativas e as alterei, consegui os meus primeiros $30.000 dólares em pouco mais de 3 meses.

Mesmo depois de atingir esse objetivo, continuei a desenvolver-me e a criar novas crenças positivas para tingir um patamar superior.

 

De onde vêm as nossas Crenças Limitativas em relação ao Dinheiro?

 

Ter crenças limitativas é quase inevitável, numa sociedade onde o dinheiro é tabu e os mais abastados são mal vistos.

Para compreenderes até que ponto somos influenciados desde a nossa infância, sem mesmo darmos conta, proponho-te 3 exemplos, que mostram como os media influenciam a nossa relação com o dinheiro:

 

1- « Uma casa na Pradaria »

Dependendo da tua idade, certamente que já viste, durante mais ou menos tempo, esta série de televisão. Conta a história da família “Ingalls”: Uma família de camponeses, de pessoas generosas, amigas de ajudar, engraçados, devotos, mas sem dinheiro nenhum.

Lembras-te de quem eram “os maus” nesta série?

A família Olson: família burguesa, os mais ricos da aldeia, as pessoas mais detestáveis da vizinhança.

 

2- « Batman »

O lendário Batman, tem um excelente meio de esconder a sua identidade secreta de super-herói…

Quando tira a máscara, transforma-se no milionário Bruce Wayne, um homem de negócios riquíssimo, arrogante, frio e desagradável.

Com este perfil de rico, ninguém pode suspeitar da sua identidade de super-herói generoso ao serviço dos outros!

 

3- « Titanic »

Um dos filmes mais vistos da história do cinema. Igualmente cheio de “clichés” acerca dos ricos!

Lembras-te das cenas pouco antes do naufrágio do Titanic?

Em primeira classe, os ricos «presos» jantam num ambiente de «glamour».

Uma menina leva um sermão da sua mãe, pela forma errada como segura no seu garfo!

Enquanto isso, em terceira classe, vive-se um ambiente de festa, os pobres cantam, dançam e divertem-se!

A Rose, que quase comete suicídio, é salva pelo Jack, um herói…sem um tostão!

Estas mensagens inconscientes e repetidas desde a nossa infância, não nos incitam à riqueza…antes pelo contrário!

Muitos são aqueles que desenvolvem uma tendência inconsciente em autossabotar os seus projetos, por forma a não se parecerem com essas detestáveis pessoas ricas.

Uma vez que tomes consciência destas crenças limitativas, poderás começar o trabalho de as eliminar.

 

 

História de Motivação

 

O segundo motivo pelo qual pensas que não tens dinheiro para investir no teu negócio, é a falta de motivação!

Imagina que és um fã incondicional da Ferrari, e que um dos teus amigos é dono de um dos teus modelos preferidos.

 

Hoje, ele anuncia-te, que como sabe da tua paixão, te vai vender o seu Ferrari novinho em folha por 3.000 €uros.

Vais arranjar esses 3.000 €uros?

Aliás, também sabes que depois de comprares este Ferrari, o poderás facilmente vender por 100.000 €uros!

Eu tenho a certeza que arranjarias uma solução para teres 3.000 €uros!

É tudo uma questão de motivação!

O teu negócio é esse Ferrari…literalmente!

Hoje tens que arranjar 3.000 €uros, mas mais tarde vais ganhar vais gerar 100 vezes mais dinheiro com esse investimento!

Se a tua visão estiver claramente definida e atua motivação for forte, irás achar um meio para financiares o teu projeto!

 

Exercício Criativo para Financiares um projeto

 

Para concretizares o teu objetivo principal, proponho-te este pequeno exercício.

Vai ajudar-te a passares de uma mentalidade orientada para a “Escassez e problemas” a uma mentalidade orientada para a “Abundância e Soluções”.

– Pega numa folha de papel e numa caneta.

– Faz uma lista de 50 maneiras de arranjares 3.000 €uros para investires no teu negócio, daqui a uma semana.

– Lista sem receios todas as formas que te passarem pela cabeça (está a escrever para ti)

– Relê quantas vezes forem necessárias este artigo desde o início!

– Não penses no dinheiro que vais poder ganhar com o teu negócio. Pensa no que vais poder fazer com ele! Pensa na tua família! Pensa naquilo que mais te motiva neste mundo!

– Não pares até teres escrito 50 maneiras diferentes!

Só te resta passar à ação!

Aplica uma ou várias soluções das 50 que listaste e lança-te de cabeça no teu projeto com esse financiamento!

 

Espero ter-te ajudado!

Forte Abraço!

post scriptum: TOMA AÇÃO!

 

Sem Pregos Nada Feito!

O Martelo é de facto uma ferramenta excepcional, é um simbolo da construção e progresso há milhares de anos.

Desde castelos a barracas de pau, de ferreiros n

O Martelo é de facto uma ferramenta excepcional, é um símbolo da construção e progresso há milhares de anos.

 

 

Desde castelos a barracas de pau, de ferreiros nórdicos a Aztecas, de bicicletas a naves espaciais. Todos acham uma imprescindível utilidade para o martelo!

 

 

 

No entanto esta magnifica ferramenta se não tiver ferro para bater, chapa para desamolgar ou pregos para pregar, perde toda a sua grandeza e fica reduzida a nada.

 

O mesmo se passa com a indústria do trabalho a partir de casa meus amigos.

Muitas pessoas me abordam nas redes sociais, por email e até por telefone, dizendo que estão cansadas de escassez, cansadas de ter que “esticar a corda” para o mês chegar ao fim, que gostariam para começar de terem uma renda extra, de ter mais um ou dois ordenados iguais aquele que recebem nos seus trabalhos

 

Mas quando lhes digo que devem então investir tempo e dinheiro na sua formação, para que possam precisamente concretizar esse desejo e ver “folgados” os fins do mês, muitos “arrepiam caminho”.

O Internet Marketing é uma profissão, requer competências, requer técnica, requer saber….


Todos o podem fazer?

 

Sim e não!

 

Todos aqueles que estiverem dispostos a investir na sua formação com certeza que o podem fazer, aliado á formação ainda têm que fazer outra coisa…trabalhar, dedicar-se e sobretudo focar-se em objetivos.

 

Agora para aqueles que não querem investir na sua formação, não querem investir o seu tempo e muito menos trabalhar…meus amigos, tenham lá santa paciência 🙂

 

Sem pregos Nada Feito!