Dicas Para Obter Clientes ou Parceiros Online

Obter clientes

O teu grande desafio enquanto empreendedor online, se trabalhares com afiliados, vai ser impreterivelmente capturar prospetos e convertê-los em clientes e/ou parceiros (afiliados).

 

Esquece todos os outros pressupostos e clichés que conheces e encontras por aí.

 

Sim, é importante ter um bom plano de negócios. Sim, deves ter um plano de recurso. Sim, deves procurar parcerias interessantes. Mas mais importante do que tudo é isso é saber como adquirir contactos e convertê-los em clientes e/ou parceiros (afiliados).

 

Afinal, os clientes são a força motriz de qualquer negócio. Podes ter as melhores ideias do mundo, podes desenvolver um plano altamente detalhado de negócio, mas se não conseguires materializar tudo isso e fazeres vendas, então tudo será em vão.

 

Se fizermos uma analogia como mundo dos negócios podemos comparar a aquisição de clientes ao golo. Se tens uma estratégia de negócios delineada, mas não consegues captar clientes, és como aquelas equipas que dominam a posse de bola, parecem controlar as operações, mas são incapazes de marcar golo.

 

Concordas comigo?

Ok, então prossigamos 🙂

 

 

3 Dicas Para Conseguir Mais Clientes

 

 

Para que melhores a tua “finalização”, ou seja para que consigas converter mais clientes, deixo três dicas simples, mas valiosas:

 

  1. A tua estratégia deve ser previsível, escalável e lucrativa 

Deves procurar montar um processo de aquisição de clientes que incorpore três princípios:

 

Previsibilidade, escalabilidade e lucro. O processo de aquisição de clientes deve ser previsível para que te mantenhas sempre no controlo de todo o processo. Deves, por exemplo, conhecer detalhadamente as tuas taxas de conversão e pontos de alavancagem. A escalabilidade é necessária para que possas aumentar o número de clientes, à medida que o teu negócio progride.

 

Finalmente, o processo deve ser lucrativo – cada cliente e/ou parceiro adquirido deve dar um maior retorno do que aquilo que investiste para que ele chegasse até a ti.
Deixa-me dar-te o exemplo do meu negócio:

Eu sou afiliado da Empower Network e vendo cursos de Internet Marketing, cursos esses que ensinam tudo o que se pode querer saber sobre ganhar dinheiro na Internet. Consequentemente os cursos ensinam a vender os próprios cursos! Brilhante não é? Eu também achei 🙂

 

Em termos de previsibilidade, sei com toda a certeza que se capturar 113 contactos vou fazer 1 afiliado. (Estes são os meus números e são facilmente obtidos dividindo o número de pessoas que tenho na minha lista de contactos pelo número de afiliados que tenho à data de hoje). Isto mantém-me firmemente em controlo do processo de captura de clientes para o meu negócio.

 

Quanto à escalabilidade, entra aqui alguma técnica e conhecimento que adquiri, não só nos cursos que vendo, mas com os grupos de trabalho e parceiros de negócio com quem me envolvi. Os contactos (prospetos) que capturo são na sua grande maioria pagos, quer através de empresas especializadas que se encarregam de propagar o meu conteúdo pela internet e os motores de busca, quer através das redes sociais, nomeadamente o Facebook.

 

Portanto, se são pagos quer dizer que cada contacto tem um preço e embora esse preço seja variável, tenho sempre presente a média do preço. Logo quanto mais pagar, mais contactos faço, daí ser escalável.

 

O lucro, pode assim ser calculado tendo em conta a previsibilidade acima mencionada de uma forma muito simples, passo a explicar:

 

O preço a que obtenho os meus contactos ou subscritores, varia normalmente entre 0,50€ a 1,5€, por isso vamos dizer que os meus contactos têm um preço médio de 1€.

 

Também sei que em média, cada afiliado que tenho me gera uma comissão líquida de $1.100 dólares. Logo, tendo em conta que preciso de 113 contactos para fazer um afiliado, gasto 113€ ($125 dólares) para ganhar $1.100 dólares, o que dá um lucro previsível de $975 dólares por afiliado.

 

 

  1. A aquisição de clientes e/ou parceiros é um processo que envolve diversas áreas 

O que deves trabalhar para melhorar a tua capacidade de gerar clientes e parceiros?

 

A maioria das pessoas vai rapidamente responder: o marketing! Esta resposta está certa, mas incompleta. O marketing é apenas uma das áreas fundamentais para que consigas melhorar o teu processo de geração de novos clientes. Deves igualmente trabalhar as tuas Vendas!

 

Esta é uma etapa fundamental do processo de aquisição de clientes e é essencial que a mesma esteja bem oleada. Mais uma vez entram aqui os cursos da Empower Network e os treinos e formações que fazemos nos Lazy Millionaires, a minha equipa.

 

Por último e se estivéssemos a falar dos negócios tradicionais deverias oferecer um bom serviço de apoio ao cliente. No meu caso em marketing de afiliados isso é equivalente a “acompanhar os afiliados”, a ajudá-los a fazerem exatamente aquilo que eu faço e ensinando-lhes tudo o que sei com apoio do grupo e da equipa.

 

A isto chama-se ter um negócio duplicável.

 

Nunca te esqueças que qualquer que seja a tua área de intervenção, deves fazer com que os teus clientes se sintam apoiados e valorizados.

 

 

  1. As quatro etapas pelas quais o cliente ou afliado passa antes de fazer a compra 

Como podes gerar clientes ou afiliados, se não procurares perceber qual é o seu processo de decisão antes de avançar para a compra?

Podemos identificar quatro passos pelos quais um potencial cliente passa antes de realizar uma compra:

 

A descoberta. Muitas pessoas acham (como eu achava 2 anos atrás) que ganhar dinheiro na Internet era só para alguns, para os gurus das vendas e do desenvolvimento pessoal. Para além do facto de existirem uma quantidade enorme de logros e esquemas ilegais.

 

 

O primeiro passo acontece então quando conseguem perceber que qualquer pessoa com um portátil e uma ligação à internet desde que bem guiada, pode literalmente ganhar uma “pipa de massa” online! Mas normalmente ficam-se por esta etapa, sabem que é possível e como não sabem como param aí.

 

A etapa seguinte é quando aparece um problema. Normalmente a maioria das pessoas só fazem a descoberta, porque procuram e só procuram porque existe um problema, ou têm falta de dinheiro, ou têm falta de tempo para elas próprias e para a família e aí têm que fazer algo mais do que apenas se ficarem pela descoberta.

 

 

 

Surge então a Identificação de uma oportunidade, a avaliação de soluções para o problema, a pessoa consegue finalmente vislumbrar (umas mais que outras) uma luz ao fundo do túnel. Conseguem perceber que afinal trabalhar online se ensina e melhor ainda…que rende dinheiro tanto para quem ensina como para quem aprende. Uma situação de “win win” 🙂

 

 

Finalmente a etapa mais importante, a etapa de passar à ação, tomar a decisão de avançar e de começar a aprender a ganhar dinheiro online.

 

 

Normalmente é uma etapa envolta em dúvidas e receios, mas que rapidamente se dissipam aquando do primeiro contacto com o grupo e a equipa. O ambiente amistoso e acolhedor que encontram depois de se juntarem ao projeto faz toda a diferença e fornece uma fonte de motivação praticamente inesgotável.

 

 

Automatiza Estas Dicas

 

Como acontece com qualquer outra atividade, apenas conseguirás tirar o melhor partido de todas estas dicas se as trabalhares com empenho. É a repetição sistemática de uma tarefa que conduz à sua otimização, por isso estuda, explora, mas principalmente: aplica.

 

Se queres fazer parte de uma equipa fantástica e aprenderes a ganhar dinheiro online, esta é a tua oportunidade.
REGISTA-TE HOJE MESMO

Autor: oliviercorreia

Sou um tipo bem disposto. Um pai de família. Há pouco mais de uma ano atrás, resolvi dizer basta ao emprego tradicional e a passar 10 horas por dia fora de casa, longe de quem amo. Hoje conquistei a minha liberdade, quer de tempo, quer financeira. Trabalho a partir de casa na Internet, faço o meu próprio horário e não dependo de patrões nem empregados. O meu foco principal é ajudar outros a fazerem o mesmo, ensinando-lhes as competências necessárias para tal. Se te interessa este estilo de vida e um rendimento bem acima da média, contacta-me.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *