Os 5 Pilares Fundamentais do Empreendedorismo

Começar um negócio de sucesso é muito mais do que encontrar um bom produto e colocá-lo no mercado. Ser empreendedor não é uma tarefa fácil e por isso é necessário seguir religiosamente algumas regras, que podemos chamar: os 5 pilares fundamentais do empreendedorismo.

 

Se procuras algumas luzes que possam servir de inspiração e que te coloquem no caminho certo, então deves entranhar estes princípios e aplicá-los em todos os momentos do teu novo caminho.

 

Não penses que o sucesso enquanto empreendedor irá nascer de apenas da intuição, ou de mera sorte. Para construíres um negócio de sucesso terás que ser tu a erguê-lo, pedra a pedra. Fica então com estes 5 pilares fundamentais do empreendedorismo.

 

 

Os 5 pilares fundamentais do empreendedorismo

 

 

 

  1. Mentalidade Certa

 

 

O bom empreendedor deve começar por fortalecer a sua mente. Uma mentalidade focada e determinada é fundamental para alcançar o sucesso.

 

Como empreendedor deves compreender que mais importante do que qualquer ferramenta é a tua perceção sobre a sua função, importância e impacto no desenvolvimento do teu negócio.

 

Muitos potenciais empreendedores valorizam excessivamente a importância das ferramentas e das técnicas, quando o mais importante é ter princípios sólidos e força mental.

 

Resumindo: não procures o sucesso em ferramentas ou técnicas desenvolvidas por terceiros. Analisa e compreende essas informações, por forma a retirares o que realmente poderá ser útil.

 

 

 

  1. Compreende a Metodologia

 

 

Ter um plano de negócios não é suficiente. Deves compreender na plenitude a metodologia que suporta o teu plano de negócios, pois só assim poderás implementar todos os passos necessários para a obtenção de sucesso.

 

Perceber a metodologia e ter uma ideia sólida sobre o caminho que se pretende trilhar é essencial para almejar o sucesso a longo prazo e para superar eventuais dificuldades que possam surgir no teu caminho.

 

Neste fundamento é fulcral compreenderes que deves acima de tudo investir na tua formação, educação e aquisição de novas competências.

 

Neste campo, o maior atalho que conheço são sem dúvida os cursos da Empower Network, que podes COMPRAR AQUI NA TOTALIDADE.

 

Alguns poderão dizer que são caros…eu acho muito barato, tendo em conta que uma licenciatura em Marketing com mestrado de especialização pode custar mais de 30 mil euros, já para não falar dos 5 anos necessários!

 

Aqui fazem-se planos a 90 dias e com um investimento de $5.200 dólares, garantes no primeiro mês um retorno de $10.000, escalando o negócio mês após mês, podendo atingir em 90 dias um rendimento de $30 mil dólares mensais…a mim parece-me bem 🙂

 

 

 

 

  1. Estabelece uma rotina

 

 

Até podes estar a pensar – Estabelecer uma rotina? Mas eu quero ser empreendedor exatamente para terminar com os dias de rotina!”.

 

Deixa-me explicar! Lá por não teres um patrão, nem um horário rígido, deves impor a ti mesmo um horário de trabalho, durante o qual te deves focar verdadeiramente nos teus objetivos.

 

Deves esforçar-te por seres produtivo e por evitares a procrastinação. A tua prioridade deve ser o teu negócio, porque o teu futuro depende disso.
Este ponto é essencial para quem é empreendedor digital e trabalha online. Não há nada pior do que a facilidade em nos dispersarmos na Internet enquanto trabalhamos. Eu aprendi isso da pior forma 🙂

 

 

 

  1. Enfrenta resolve os problemas

 

 

Eu gosto de lhes chamar obstáculos, ou melhor ainda degraus!

 

Se estás a abraçar o empreendedorismo com o objetivo de levares uma vida completamente tranquila e livre de obstáculos, o melhor é desistires já. No mundo do empreendedorismo, os desafios vão aparecer inevitavelmente, porque não há negócios perfeitos nem caminhos sem pedras.

 O que irá ditar se alcanças o sucesso ou não é a tua capacidade de enfrentar e superar os problemas. O teu negócio não está a prosperar como esperavas? Estás a receber algumas reclamações, não consegues fazer vendas?

 

Analisa o que tens feito de errado e corrige esses erros. No mundo dos negócios podes e deves melhorar todos os dias.

 

 

 

  1. Procura (boas) parcerias

 


Eu escolhi os meus mentores, olhei à minha volta e tentei perceber quem eram aquelas pessoas que já estavam a ter os resultados que eu queria para mim.

 

Depois disso é fácil…não tens que pedir ninguém em namoro hehe, tens apenas que te aproximar dessas pessoas e criar com elas uma relação de amizade e confiança. Garanto-te que será gratificante para ambas as partes!

 

Obter o sucesso sozinho poder ser difícil e por isso é sempre útil procurar estabelecer boas parcerias em que ambas as partes lucram.

 

Se encontrares parceiros de negócios que demonstrem poder adicionar algo de positivo ao teu negócio, não hesites em estabelecer uma parceria, uma relação profissional e até transformar essa relação em amizade.

 

 

Aplica estes 5 princípios no teu quotidiano de trabalho e ficarás certamente mais perto do sucesso.

 

 

COMEÇA HOJE MESMO

 

 

VÊ ESTE VÍDEO E REGISTA-TE

Maldito Dinheiro!

Hoje quero fazer uma abordagem um pouco peculiar sobre o dinheiro.

 

É importante por isso que leias este artigo até ao fim para interpretares corretamente a sua conotação.

 

Muitas vezes sonhamos com o momento em que temos dinheiro que chegue,

Dinheiro que chegue para “despedir o patrão”,

Dinheiro que chegue para mudar de vida,

Dinheiro para comprar uma casa noutro país ou viajar.



 

Mas quanto mais dinheiro temos, mais preocupações temos!? (será?)

Quanto mais dinheiro temos, mais compromissos assumimos,

Quanto mais dinheiro temos, mais pensamos em protegê-lo

Quanto mais dinheiro temos, mais medo temos.

 

 

A maioria das pessoas que aumenta os seus rendimentos gasta mais dinheiro. É normal! Sonharam fazê-lo toda a vida!

 

Mas quando mudamos de casa, quando começamos a ter hábitos mais caros…perdemos alguma tranquilidade.

 

Porque antes não tínhamos grande coisa a perder.

 

Mas depois de provarmos o luxo, torna-se muito mais difícil voltar à vida antiga.


A maioria das pessoas de sucesso vive com a “barriga aos saltos” de medo!


Medo de não conseguirem manter o nível de vida a que chegaram.

Medo de não conseguirem proteger as suas economias, do fisco, dos bancos, etc…

O exemplo mais flagrante é aquele das pessoas que ganham o euromilhões ou a lotaria. A maioria tornam-se depressivos e muitos suicidam-se!

 

Porquê?

 

 

Porque a maioria são pessoas simples como tu e eu. Que aprenderam durante toda a vida a contentar-se com pouco!

E a fortuna chegou de rompante. Sem que tivessem tempo de se preparar ou de a ver chegar.

E de repente querem ter tudo aquilo de que se viram privados durante toda a vida. Vivem no luxo e é claro que se habituam a ele.

O problema chega quando se apercebem as contas bancárias se esvaziam mais rapidamente que previsto…e que um dia serão obrigados a retornar à casa de partida.

 

 

É bem mais difícil comer kebab quando já se provou ostras com caviar e champanhe! 🙂

 

 

 

É mais difícil alugar um apartamento “manhoso”, quando já se viveu num hotel de 5 estrelas! 🙂

 

  

 

 

 

É por isto que vivem com “a barriga aos saltos” de medo. Medo da perda. Medo que tudo acabe.

 

E muitos empreendedores de sucesso vivem com este medo, o medo do pessoal que ganha a lotaria.

 

Queriam muito ganhar muito para serem livres…mas alguns acabam por ser ainda menos livres que antes.

 

No entanto poderiam viver de outra forma…

 

 

Poderiam investir o dinheiro e manter o nível de vida. Poderiam gerar retorno mais rápido do que o gastam.

 

O problema é que é mais difícil dizer que fazer. Quando estivemos privados de quase tudo aquilo com que sempre sonhamos durante 20, 30 ou 40 anos…e que de repente somos capazes de comprar tudo, ou quase tudo…é verdadeiramente difícil de não cometer os mesmos erros do que aqueles que ganham a lotaria.

 

Lembro-me bem de ter passado por algo semelhante quando ganhei os meus primeiros 10 mil dólares online…fiquei tão contente que em vez de os re-investir no meu negócio gastei-os todos em menos de 1 semana hehe 🙂

 
Só é possível sair deste registo mudando a forma como se vê o dinheiro!

 
Para mim tudo mudou quando comecei a olhar para o dinheiro, não como uma ferramenta para comprar coisas fixes…mas sim como uma ferramenta para comprar liberdade.

 

 

Passo a explicar:

 

Tal como todos os empreendedores que conheço, que começaram a ganhar 5, 10 ou 20 vezes acima da média sem ter havido grande transição…também me passei! É normal.

 

Comecei a almoçar e jantar fora todos os dias

Comecei a ficar em hotéis de 5 estrelas quando saia para fora

Comecei a comprar computadores novos para toda a família

Comecei a comprar smartphones topo gama

Comecei a frequentar os melhores restaurantes

 

E um dia entrei em pânico!

 

Comecei a aperceber-me que andava literalmente a “torrar” o dinheiro.

 

Foi aí que me sentei ao computador e comecei a pesquisar sobre este tema, e foi aí que encontrei o termo: “Lifestyle inflation”.  A inflação do modo de vida. Parece que é normal: quanto mais se ganha, mais se gasta. É um facto económico que se constata em todo o lado. Tanto com assalariados, como com empreendedores. Segundo as pesquisas que encontrei, não existe quase exceção nenhuma.

 

Então quanto mais se ganha, mais perigo corremos (na nossa cabeça). Pois habituamo-nos a viver melhor, habituamo-nos às extravagâncias, habituamo-nos a poder fazer quase tudo.

 

E assim sendo, o retrocesso, mesmo que seja apenas temporário, seria bem mais doloroso.

 

Então continuei a procurar e encontrei algo fantástico! Encontrei pessoas que pensam que o papel do dinheiro não é de comprar “coisas fixes”, mas sim de comprar liberdade!

 

 

E quando pensamos nisso faz todo o sentido: 100 euros a renderem 5% a prazo, rendem 5€ por anos…para toda a vida…

 

Então podemos dizer que uma nota de 100 euros é uma máquina de fabricar 5 euros por ano, para sempre. E que uma conta a prazo com 10.000 euros, é uma máquina de fabricar 500 euros por ano.

 

Finalmente, bastam 400.000 euros numa conta a prazo para gerar 1.600 euros por mês…para sempre. Isto é ser financeiramente independente certo?

 

Não rico! Mas completamente autónomo.

 

Então bastam 400.000 euros numa conta a prazo para se trabalhar unicamente por escolha, e não por obrigação. Deixamos de precisar de trabalhar para comer e habitarmos.

 

Claro que isto é um cálculo grosseiro. Tudo depende sempre de como e onde colocamos o dinheiro, da inflação e de outros parâmetros.

 

Mas normalmente estes 5% não falham muito.
Quando começamos a olhar para uma nota de 100 euros como uma máquina de fabricar 5 euros, começamos a olhar para o dinheiro de forma diferente.

 

Ao invés de servir para comprar “coisas fixes”, o dinheiro transforma-se numa ferramenta que compra anos de liberdade…

 

Isto mudou tudo para mim…

 

Peguei no meu caderno e comecei a fazer contas, comecei a calcular quanto precisava para comprar um mês de liberdade…um ano de liberdade…

 

E defini um objetivo, que foi certamente o melhor da minha carreira de Internet Marketer: Limitar as minhas despesas e conseguir “comprar” rapidamente 1 ano de liberdade, e para mim um ano de liberdade são 1600 euros X 12 meses…representam 19200 euros…nada de especial certo?

 

Mas representam um ano de autonomia…e com um ano de retorno adiantado, não se pensa da mesma forma. Deixamos de pensar a curto prazo, deixamos de pensar que este mês precisamos de não sei quantos euros. Começamos a pensar em termos de processo, construir uma máquina que rende sistematicamente X por ano…ou se forem como eu, uma máquina que gera X contactos por mês.

 

Enfim…muda tudo!
A paz de espírito que se ganha depois de se começar a pensar assim, trás tanto prazer como andar literalmente a “torrar” dinheiro 🙂

 

Hoje, mesmo que tenha melhorado o meu estilo de vida, uso sempre em primeiro lugar o dinheiro para comprar tempo de liberdade!
Experimenta!

Investe o teu dinheiro em algo rentável, como um negócio online e depois começa a poupar liberdade.

 

Dizermos que acabámos de “comprar” 3 dias de liberdade é bem mais fixe do que dizermos que poupámos 150 euros! Hehe

 

No entanto é exatamente esse o valor 🙂

 

Se hoje ainda não conseguiste atingir o retorno que gostarias, então este é o melhor momento para começares, porque quanto mais esperares, mais difícil será.

 

Começares agora mesmo depois de leres este artigo, vai motivar-te para começares a comprar os teus dias, meses e anos de liberdade!

 

REGISTA-TE

 

Forte abraço!

Cristiano Ronaldo – Não é Trabalho é Paixão (parte 2)

Na primeira parte deste artigo (se ainda não leste a primeira parte deste artigo, podes fazê-lo aqui) mostrei como podemos usar uma personalidade famosa como exemplo de inspiração para quem pretende tornar-se um empreendedor de sucesso.

Escolhi o Cristiano Ronaldo como fonte de inspiração, por se tratar de alguém que todos conhecem e que tem uma história de vida que deve ser conhecida por todos.

 

Como outras pessoas que ousaram desafiar os seus próprios limites com o objetivo de conquistar o topo da sua área profissional, também Cristiano Ronaldo possui algumas caraterísticas que o ajudam a posicionar-se onde está hoje.

 

Falámos sobre a forma como Cristiano lutou contra um destino que parecia estar traçado e que iria conduzir certamente a uma existência modesta e de como ele teve a capacidade de ultrapassar os obstáculos que surgiram quando ainda estava a dar os primeiros passos na sua carreira.

 

Mas há outros aspetos da carreira e da personalidade deste grande jogador que te podem úteis no teu percurso para atingires os teus objetivos. Vamos então continuar a nossa análise.

 

 

 

As Caraterísticas Que Conduziram Cristiano Ronaldo Ao Sucesso

 

 

3 – Continuar Sempre a Evoluir 

 

Cristiano Ronaldo chegou ao Sporting como um diamante em bruto.

 

Neste clube português trabalhou arduamente durante a adolescência e tornou-se num extremo e veloz tecnicista. 
Quando aos 18 anos se mudou para o Manchester United foi obrigado a evoluir física e taticamente. Ganhou massa muscular e tornou-se num jogador mais eficiente, algo essencial para ter sucesso em Inglaterra.

 

 

Quando se transferiu para o Real Madrid estava no topo da sua carreia, já havia conquistado diversos títulos pelo seu clube e tinha recebido a sua primeira Bota de Ouro, mas não foi isso que travou o seu desejo de continuar a evoluir.

 

No clube espanhol passou a jogar mais perto da baliza adversária e desenvolveu uma capacidade concretizadora sem paralelo no futebol mundial, esmagando recorde atrás de recorde.

 

Este é um exemplo especialmente importante na área do empreendedorismo, pois os empresários que são capazes de se reinventar são aqueles que conseguem chegar a um patamar mais elevado.

 

A lição que deves retirar deste exemplo é simplesmente: quando atinges um objetivo não relaxes, estabelece uma meta ainda mais elevada e trabalha para conseguires alcançá-la.

 

 

4 – Define o Teu Objetivo 

 

 Ainda na sua infância, Cristiano definiu o seu objetivo: tornar-se no melhor jogador do mundo. Esta afirmação poderia parecer utópica para todos aqueles que o rodeavam, mas Cristiano não descansou enquanto não alcançou a sua meta.

 

Esta mentalidade de almejar o topo é comum a outros desportistas de elite. O famoso jogador de ténis Novak Djokovic também começou a afirmar aos 8 anos que seria o melhor tenista do mundo.

 

 

Este desejo de ser o melhor e de ficar na história de um desporto é a força matriz que ajuda muitos atletas a transcenderem-se e a quebrar barreiras que para uma pessoa comum são inultrapassáveis.

 

 

5 – Aprender a Lidar Com a Pressão

 

 Desde muito cedo que Cristiano Ronaldo aprendeu a lidar com a pressão. Ainda adolescente, ele tornou-se um alvo a abater para os jogadores e adeptos das equipas rivais e habituou-se desde logo a jogar em ambientes hostis.

 

 

Ao longo do teu percurso também irás enfrentar algumas situações de pressão. Não conseguimos nunca agradar a todos. Pode aparecer alguém que não está completamente satisfeito com o teu trabalho, ou podes por exemplo, sentir dificuldades em atingir os teus objetivos.

 

Conseguir enfrentar todas as situações de pressão que possam surgir é indispensável.

 

 

Segue Estes Ensinamentos e Conquista o Topo

 

Se como o Cristiano Ronaldo encarares o teu trabalho com paixão, tenho a certeza que também tu conseguirás evoluir e melhorar de forma constante, nunca perdendo de vista os teus objetivos.

 


E sei também que se tiveres o veículo certo, a equipa certa e os mentores certos…nada te poderá parar!

Regista-te aqui e começa hoje a fazer parte de uma equipa que te vai literalmente “levar ao colo” para que sejas bem sucedido.

Queres Ser Bom Junta-te Aos Bons!

Ontem a 11 de Julho de 2015, teve lugar mais um “dia no escritório”, uma ação de formação mensal que ocorre em simultâneo em vários pontos da Europa.

 

Dinamizado pelo nosso grupo de trabalho, os Lazy Millionaires, este evento mensal visa assegurar aos formandos do grupo de elite na área do Internet Marketing, o “Clude das Insónias”, um acompanhamento presencial e personalizado.

 

De manhã os líderes do grupo estiveram reunidos onde discutimos novas estratégias de formação sempre no sentido de fazermos com que os nossos formandos atinjam os seus objetivos financeiros no mais curto espaço de tempo.

 

Da parte da tarde abriram-se as portas a todos os participantes e tive o prazer de estar pessoalmente a ajudar este casal simpático, a Gabriela e o José de Vale de Cambra, que se juntaram a nós à cerca de um mês e que como tantos outros tomaram a decisão também eles de mudarem as suas vidas.

A Gabriela é licenciada na área de biologia e trabalhava como técnica superior num laboratório de analises  clínicas. Hoje é Internet Marketer a tempo inteiro. O José é manobrador de máquinas e ainda continua a exercer embora também ajude a Gabriela no sua atividade, afinal este negócio é um projeto familiar que visa a obtenção de liberdade de tempo e  liberdade financeira para toda a família.

 

Estes simpáticos pais de dois filhos conseguiram captar a visão deste negócio e sabem que é por aqui que vão atingir os seus sonhos.

 

Isto é o que me move realmente, poder ajudar todos aqueles que querem de facto mudar as suas vidas, este é o meu foco…é o foco dos Lazy Millionaires!

 

Deixo-te ainda aqui para poderes ver uma curta entrevista que dei num dos nossos dias no escritório anteriores, para que possas ver o potencial de liberdade que tu também podes atingir:

 

Não demores! Junta-te a nós!
REGISTA-TE

Partidas da Vida ou Partidas da Mente?

Em determinados momentos sentimos que a vida nos prega partidos e parece que os alicerces de tudo o que valorizávamos em nosso redor começam a ruir. O próprio brilho do sol parece perder intensidade, as cores das flores já não vibram da mesma forma e tudo parece mais soturno e deprimente.

 

 

Mas será que já paraste para pensar se é realmente a vida que te prega partidas ou se somos nós, com os nossos comportamentos e atitudes que transformamos acontecimentos comuns em algo mais pesado?

 

Esta é uma questão importante e crucial para que possas lidar melhor com os percalços negativos que vão surgindo ao longo do teu quotidiano. Deves deixar de acreditar que todas as derrotas que sofres resultam de um alinhamento cósmico que serve apenas para te prejudicar.

 

O universo não está nem aí!

 

E se a responsabilidade da espiral negativa em que por vezes te encontras for apenas e só da tua responsabilidade, ou melhor da forma como lidas com os obstáculos que vão aparecendo na tua vida?

 

 

Muda a Tua Forma de Lidar Com Os Acontecimentos Negativos

 

 

Ao longo da tua vida pessoal e profissional vais deparar-te com acontecimentos negativos. Isso é algo inevitável, que faz parte da própria existência humana.

 

Irás ter que lidar com a morte de pessoas que te são próximas, com separações e com frustrações profissionais.

 

Mas será que estas situações expressam realmente algo sobre ti e sobre o mundo que te rodeia?

 

A maioria das pessoas acredita piamente que os acontecimentos são responsáveis pelas nossas emoções, que sentimentos como medo, alegria ou tristeza dependem apenas daquilo que nos acontece.

 

Se isto fosse verdade, então não teríamos verdadeiramente controlo sobre as nossas emoções e o conceito de inteligência emocional não faria qualquer sentido.


Para descomplicar um pouco, aquilo que estou a afirmar é que não são os acontecimentos que nos despertam determinadas emoções, mas sim aquilo que pensamos sobre os acontecimentos.

 

E será que esta ideia também se pode aplicar aos acontecimentos mais negativos? Por mais incrível que pareça, a resposta é sim.

 

Até os acontecimentos mais dramáticos e a sua capacidade de interferir com a nossa vida dependem apenas e só do significado que lhes atribuímos e de como os interpretamos.

 

 

As Pessoas Reagem Diferente Perante Acontecimentos Semelhantes

 

Isto explica-nos porque, perante situações semelhantes, as pessoas podem reagir de forma completamente diferentes.

 

Vou ilustrar com um exemplo:

Imagina que numa ida ao restaurante te cruzas com dois antigos colegas de trabalho com quem tinhas uma relação perfeitamente normal e quando te despedes deles, ficas com a impressão de que passaste a ser o tema de conversa entre eles.

Algumas pessoas vão sentir-se desconfortáveis nesta situação e vão acreditar, quase de forma automática, que os seus antigos colegas ficaram a proferir coisas negativas a seu respeito. Talvez tenham ficado a falar daquele erro grave que cometeram um dia. Ou talvez, nunca tenham gostado realmente delas e estejam agora a demonstrar isso mesmo.

Contudo, outras pessoas vão reagir com naturalidade à impressão com que ficaram e vão ficar a pensar que os antigos colegas gostaram de encontrá-las e que por isso ficaram a dizer coisas agradáveis a seu respeito.

 

Tudo depende da perspetiva e da forma como se queira encarar cada acontecimento. Aquilo que nos acontece no nosso quotidiano não tem que condicionar de forma permanente a nossa existência.

 

 

És tu que decides qual a verdadeira importância que cada acontecimento tem na tua vida.

 

 

Agora diz-me uma coisa,

 

Como te sentes em relação a fazeres parte de um projeto que pode mudar a tua vida para sempre?

Como te sentirias se, por tomares hoje mesmo a decisão de te registares aqui, mudasses por completo a tua qualidade de vida e situação económica?

 

Pensa naquilo que vais sentir quando fores livre!

 

 

REGISTA-TE AQUI

Cristiano Ronaldo – Não É Trabalho É Paixão (Parte 1)

Além de ser um dos melhores jogadores de futebol do mundo, Cristiano Ronaldo é um excelente exemplo para todos os que querem entrar na área do empreendedorismo.

Quem tem acompanhado de forma próxima a carreira do nosso craque, certamente não fica admirado com esta menção num blog dedicado ao empreendedorismo e desenvolvimento pessoal.

Para quem não acompanha minimamente o futebol, deixo um esclarecimento que serve como introdução para este a artigo: Cristiano Ronaldo é constantemente elogiado pelos atuais e antigos colegas e treinadores devido à sua dedicação ao trabalho e vontade insaciável em melhorar.

Para Cristiano, chegar ao topo não foi suficiente. Quando acedeu aos patamares mais altos do futebol mundial, não hesitou em traçar um novo objetivo: alcançar a imortalidade, batendo recorde atrás de recorde.



Devido ao seu perfil ambicioso e à capacidade que sempre demonstrou de melhorar e de atingir objetivos cada vez mais ambiciosos, Cristiano Ronaldo é hoje estudado por muito empreendedores.

 

É claro que os empresários que procuram inspiração no Cristiano Ronaldo não pretendem aprender as suas fintas, nem os segredos para a sua eficácia. Desejam sobretudo perceber como é que ele conseguiu superar-se de forma repetida e ultrapassar todos os desafios que surgiram no seu percurso profissional.

 

 

As Características Que Conduziram Cristiano Ronaldo Ao Sucesso

 

 

O empenho e a vontade de singrar são características que CR7 evidenciou desde muito novo. Foi no início da sua adolescência que Cristiano percebeu que só seria melhor do que os seus colegas e adversários se trabalhasse mais do que todos eles.

 

O seu sucesso começou nesse momento, mas teve várias etapas. Vejamos o que diferencia este jogador “de outro planeta”, de todos os outros.

 

  1. Não Se Ter Resignado A Um Destino Que Parecia Traçado

Cristiano Ronaldo nasceu no seio de uma família pobre. Os seus pais eram pobres e Ronaldo cresceu sem acesso aos mesmos brinquedos e condições que os seus amigos tinham. O seu brinquedo favorito era mesmo uma bola de futebol que o acompanhava para todo o lado.

 

 

Mas a ausência de condições nunca o impediu de cimentar o seu sonho de se tornar jogador profissional de futebol. Passou horas incontáveis a jogar com os outros miúdos do seu bairro e quando não tinha ninguém por perto jogava sozinho, fazendo passos contra a parede.

 

Transpondo este espírito para a realidade do futuro empreendedor, a perseverança de Cristiano Ronaldo mostra-nos que “a falta de condições” não pode ser desculpa. Atualmente não precisamos de muito para montar um negócio. Um computar ligado à Internet pode ser o ponto de partida para algo grandioso.

 

 

  1. Ultrapassar os Obstáculos

Cristiano Ronaldo deixou a Madeira para rumar ao Sporting com apenas 11 anos. Subitamente, viu-se longe de toda a sua família, num ambiente totalmente desconhecido. Os primeiros tempos do jogador na Academia do Sporting foram complicados, não só devido às saudades da família, mas também porque os outros meninos brincavam com o seu sotaque madeirense acentuado.

 

Apesar de chorar quase diariamente, Cristiano conseguiu superar as saudades de casa e rapidamente conseguiu impor-se junto dos seus clubes, muito por culpa da sua qualidade e da sua dedicação ao trabalho. Mais tarde, CR7 afirmaria que os obstáculos com que se deparou no início da carreira contribuíram para que ele amadurecesse mais rapidamente do que os seus colegas, algo que foi essencial na sua evolução.

 

Irás certamente encontrar alguns obstáculos no teu percurso, mas não deves permitir que o teu desenvolvimento pessoal e profissional seja afetado pelo receio de enfrentá-los.

 

Estas são apenas algumas das características do Cristiano Ronaldo que merecem a pena ser estudadas por todos os candidatos a empreendedores. Na segunda parte deste artigo vamos analisar mais detalhes da carreira de CR7 que podem ajudar-te a melhorar enquanto empreendedor.

Fica atento à segunda parte deste artigo…muito em breve neste blog 🙂

 

 

Começa hoje mesmo o teu negócio online

FAZ O TEU REGISTO AQUI

 

 

Como Superar os Medos Que te Impedem De Criar Um Negócio

A ideia de criar o próprio emprego e construir algo verdadeiramente nosso agrada à generalidade dos portugueses. No entanto, a maioria das pessoas não tem a coragem que é necessária para enfrentar os riscos inerentes à verdadeira aventura que é criar um negócio próprio.

 

 

Numa pesquisa realizada em 2013, mais de 60% dos portugueses confessaram que gostariam de criar o seu próprio emprego. Contudo, apenas 32% se imaginavam a criar realmente o seu negócio.

 

Estes números são substancialmente inferiores à média internacional e demonstram que por cá ainda há uma grande dificuldade em enfrentar alguns receios que surgem muitas vezes associados à ideia de empreendedorismo.

 

Quem não ousar enfrentar estes medos nunca sentirá o prazer de trabalhar por conta própria, de construir um negócio de raiz, no fundo, nunca poderá ser complemente independente financeiramente.

 

 

 

Enfrenta os Teus Medos e Conquista o Sucesso

 

Para ajudar-te a ultrapassar os medos que te estão a impedir de embarcar numa nova epopeia rumo à realização pessoal e profissional, compilei os receios mais comuns e as respostas que precisas de conhecer para finalmente avançar.

 

 

“Só posso avançar quando encontrar o produto perfeito.”

 

 

Esta é uma ideia comum, que defende que o fator mais importante para o sucesso é o produto. De acordo com este raciocínio a competência e a qualidade do trabalho do empreendedor são aspetos secundários.

 

O receio de avançar sem ter o “produto perfeito” origina verdadeiras demandas em busca da “galinha de ovos de ouro”. Sempre que o candidato a empreendedor encontra um possível negócio, faz a sua análise e acaba sistematicamente por encontrar um elemento que mina o projeto, decidindo que aquele ainda não é o produto ideal.

 

Qualquer empreendedor de sucesso te dirá que não é o produto que garante sucesso, mas sim a tua experiência e competência que fazem com que o produto obtenha sucesso.

 

 

 

“Lançar um negócio exige demasiado trabalho e não sei se quero abdicar do conforto de uma vida estável.”

 

 

Sim, é verdade que abraçar a aventura do empreendedorismo é muitas vezes sinónimo de algumas fases mais atribuladas e trabalhosas, principalmente nos primeiros tempos quando ainda se está a lançar as bases do negócio e a aprender.

 

Quem tem uma vida profissional estável pode hesitar em trocar um rendimento certo pelo desconhecido, preferindo continuar na sua rotina laboral, mesmo com um sentimento permanente de insatisfação.

 

Ao arriscar apostar no teu próprio negócio podes passar por algumas dificuldades, isso é inegável, mas também podes prosperar e ganhar muito mais do que ganharias a trabalhar para outros.

 
Apenas tem a ver com o veículo que escolheres!

Além de que o caminho do empreendedorismo conduz a um sentimento de realização e satisfação pessoal que não tem paralelo.

 

 

 

 

“O desconhecido assusta-me e não sei se tenho coragem para avançar.”

 

 

O empreendedorismo é feito de ambiguidades, o que pode ser assustador. Para lançar um negócio por conta própria e alcançar o sucesso é necessário saber viver com as zonas cinzentas que fazem parte de qualquer área empresarial.

 

É certo que ao começar não terás qualquer garantia de resultados. Não é possível prever com exatidão quais serão os teus ganhos, não é possível determinar se determinado produto ou serviço vai ter aceitação no mercado, nem há forma de saber se surgirão imprevistos que possam condicionar toda a operação.

 

A menos que optes por um negócio duplicável e já testado. Como este.

 

Por outro lado, um verdadeiro empreendedor sabe que tem dentro de si o que é necessário para conduzir o seu negócio a bom porto. Motivação e uma vontade de vencer férrea são dois atributos preciosos para qualquer empresário.

 

 

 

Não Adies Mais o Teu Sonho

 

Estas são algumas dicas que podem ajudar-te a ultrapassar o teu medo e a conseguir aquilo que desejas. Trata-se mais uma vez de uma questão de mentalidade. Com a mentalidade certa poderás materializar qualquer sonho.

 

 

 

 

REGISTA-TE AQUI

Pensa Como Um Rico Para Viveres Como Um Rico

Napoleon Hill, um dos mestres do desenvolvimento pessoal, escreveu um dia:

 

Já foi retirado mais ouro da mente do homem do que alguma vez poderá ser retirado do interior da terra.

 

Esta é uma das frases mais pragmáticas que demonstra a capacidade de realização humana.

 

Ao longo das eras, o homem tem procurado em seu redor os meios, as ideias, os mecanismos e até os segredos que possam conduzi-lo à prosperidade e riqueza. Contudo, a resposta para uma maior riqueza e realização pessoal encontra-se não no exterior, mas sim dentro de cada um de nós.

 

O caminho para a prosperidade não deve ser alicerçado apenas na ambição. O foco deve ser sempre a aquisição de conhecimento e o enriquecimento mental. Esta é a principal base para a construção da riqueza.

 

 

 

 

 

Nunca Menosprezes O Poder do Pensamento

 

 

São famosos os exemplos de pessoas que, contra todas as expectativas, conseguiram alcançar a riqueza. Apesar de terem crescido em ambientes pobres e de não terem tido acesso a condições privilegiadas, estas pessoas conseguiram construir impérios.

 

Mas será que que estas pessoas começaram com “nada”?

 

 

Não! Todos os exemplos de sucesso que possamos analisar começaram com algo em comum, o poder do pensamento e um mindset inabalável.

 

Nesta situação podemos definir “pensamento” como a união da imaginação, desejo e força de vontade. A força deste pensamento é essencial na construção de um caminho bem delineado rumo ao sucesso.

 

O pensamento pode conduzir à concretização de objetivos simples, como viagens ou a compra bens materiais, mas também pode levar ao alcance de resultados de outra grandiosidade.

 

 

Esta ideia pode ser facilmente reforçada através de exemplos concretos, tanto do passado como do presente.

 

Pensemos, por exemplo, no extraordinário inventor que foi Thomas A. Edison. De estudante problemático que acabou por fazer quase toda a sua educação em casa sob a tutela da sua mãe, Edison transformou-se num dos mais bem-sucedidos inventores e empresários da história.

 

 

Durante a sua vida, Thomas Edison registrou um total de 2.332 patentes e contribuiu de forma decisiva para o progresso da humanidade através de invenções como a lâmpada elétrica incandescente, o cinescópio, o gramofone, o dictafone.

 

Toda a sua vida foi pautada pela procura de novos conhecimentos e pelo desenvolvimento de novas ideias. Como resultado, além da imensa riqueza que acumulou, Thomas Edison conquistou um lugar na história.

 

Dos nossos tempos, podemos falar de Steve Jobs, um dos fundadores da Apple que conseguiu mudar por completo a realidade de seis indústrias diferentes: computadores, música, telefones, tablets, filmes de animação e conteúdo digital.

 

 

Tal como Thomas A. Edison, também Steve Jobs conquistou um papel especial na história devido à sua capacidade constante de inovar e de procurar oportunidades em novas áreas.

 

 

Ambos não cruzaram os braços após conquistarem a fama e a fortuna. A valorização do pensamento e da necessidade de continuar a inovar são aspetos que marcam a personalidade destes dois grandes nomes.

 

 

 

A Prosperidade Não Depende Apenas da Sorte

 

 

Após estes exemplos, certamente que não acreditarás que a prosperidade depende da sorte.

 

 

Muitas pessoas justificam as dificuldades que atravessam e a incapacidade que demonstram em obter sucesso por “falta de sorte”. Estas pessoas acreditam em coisas como “tudo teria sido diferente se tivesse nascido numa família rica”, ou que “um dia vou ganhar a lotaria e ser imensamente rico”.

 

Esta mentalidade acaba por conduzir à descrença e à infelicidade e por conseguinte, é um obstáculo que deve ser ultrapassado.

 

O sucesso e a prosperidade de cada pessoa residente no seu interior, na sua capacidade de pensar mais além e na sua perseverança.

 

Inspira-te nos exemplos de quem ousou pensar à frente do seu tempo e obtém o sucesso que ambicionas.

 

 

Isto é válido para qualquer área das nossas vidas!

 

Por isso se estás neste blog porque de alguma forma te interessaste em trabalhar a partir de casa, ou adquirir competências numa área de futuro, deves seguir instruções de quem já tem provas dadas nesta indústria.

 

Começa hoje mesmo a desenvolver uma das atividades de maior sucesso e mais rentáveis em todo o mundo com uma equipa TOP que já faturou mais de 7 milhões de dólares em 2 anos!

 

REGISTA-TE AQUI

 

Forte abraço!

As 3 Super Dicas Para O Sucesso

Todos nós queremos ser bem-sucedidos e desfrutar das nossas vidas, mas infelizmente isso não acontece com todos.

 

A maioria das pessoas querem ser vencedores, mas, muitos permanecem no mesmo lugar. E perguntam-se qual é o segredo para o crescimento pessoal? Existe alguma fórmula para se ter sucesso na vida? Qual é a chave para esta realidade?

 

A fórmula mágica para o sucesso não existe. O Sucesso e o crescimento pessoal são uma soma de metas e ações estratégicas para alcançar essas metas.

 

 

O sucesso não é uma possibilidade, é uma escolha.

 

 

Aqui ficam 3 dicas práticas para alcançares o sucesso através do crescimento pessoal:

 

  1. Pensamento positivo. Captura e elimina os pensamentos negativos. Estes pensamentos negativos impedem-te de alcançares os teus objetivos, a felicidade e o sucesso. Se estás constantemente a pensar sobre aquilo que não tens em vez de pensares sobre aquilo que queres muito, há uma forte probabilidade de que isso influencie as tuas ações.
    Para seres bem-sucedido, precisas de alinhar os teus pensamentos com os teus objetivos.

 

 

  1. Confiança. Quando estás confiante, tornas-te um íman para o sucesso. Não é á toa que se diz muitas vezes: – Cuidado com aquilo que pensas!

    A autoconfiança é a chave para o sucesso em todas as áreas da vida. Podes ver neste artigo algumas estratégias para aumentares a tua autoconfiança.

 

 

  1. Tomar medidas. Colocar ação. Este é um passo essencial para ser bem-sucedido. Pensa em todas as coisas que deves fazer para atingires os teus objetivo. Basta começar a fazê-las, não importa a dimensão ou a dificuldade. Cada centímetro que avanças ficas mais perto do teu objetivo.

 

Não ter sucesso é simples.

Mas o sucesso e crescimento pessoal exigem trabalho árduo.

 

Algumas pessoas querem alcançar a liberdade financeira enquanto outras podem querer encontrar um verdadeiro amor ou melhorar o relacionamento existente.

 

 

Para se viver uma vida em grande é muito importante conhecer as leis que regem o sucesso. Estas dicas vão produzir uma verdadeira melhoria em qualquer área da tua vida. Só precisas de dominar estes passos para começares a atrair o sucesso na tua vida!

Forte abraço!

 

P.S: Dá agora mesmo um passo para o teu sucesso => REGISTA-TE

Estratégias para Aumentar a Autoconfiança

Um dos principais fatores que podem demover alguém de atingir os seus objetivos é a falta de autoconfiança. Na realidade, a autoconfiança é tão importante que, quando carecemos desta, ficamos incapacitados de ir atrás do que queremos e, em muitos casos, não realizamos os nossos sonhos.

 

Caso não estejas devidamente familiarizado com as melhores formas de o fazer, vamos ver abaixo algumas estratégias para aumentar a tua autoconfiança, as quais te vão poder ajudar a realizar os teus objetivos.

 

 

Acredita em ti e enfrenta os teus medos

É preciso salientar que todas as pessoas sentem medo de algo, em determinada altura das suas vidas, contudo, sentir medo de algo não significa que não possas enfrentar quaisquer situações que despoletem esse medo.

 

Muitas pessoas, por exemplo, têm medo de falar em público. Embora possa não parecer, trata-se de um medo ecuménico. O próprio Dale Carnegie, famoso orador e escritor norte-americano, ensinou imensas pessoas em todo o mundo sobre como falar facilmente em público, no entanto, um dos primeiros passos que ele ensinava para o fazer com sucesso era precisamente enfrentar esse medo.

 

Nada abala mais a autoconfiança do que sucumbir ao medo. Porém, enfrentar as situações com coragem, não só fomenta a confiança em ti próprio como inclusive fortalece o carácter. Mesmo que, inicialmente, sintas algumas dificuldades em fazer algo, nunca desistas. A prática, bem como a persistência, é uma aliada da perfeição.

 

Cuida da tua saúde, corpo e mente

 

 

 

Sejamos sinceros, tanto uma imagem descuidada como o mal-estar físico não ajudam propriamente a fomentar a tua autoconfiança, pelo contrário.

 

Quando cuidas da tua saúde e do teu corpo, podes aumentar significativamente a tua autoconfiança. Isto acontece porque a saúde e o aspeto físico continuam a ser essenciais para obter uma boa imagem. Quando isso sucede, não só te sentes com maiores índices de autoconfiança, como também transpiras mais confiança nas outras pessoas.

 

Porém, de nada adianta ter em atenção os aspetos que veiculei acima se, concomitantemente, não cultivares a tua mente. Isto pode passar por estudar, ter formações adicionais, frequentar eventos, ler, falar com outras pessoas, enfim, uma mescla de situações que permitem com que alimentes o teu intelecto.

 

A inteligência, bem como a sabedoria, podem ser cultivadas por ti, de forma a propiciar ainda mais a tua autoconfiança.

 

 

Traça objetivos

Este é um aspeto que não deve ser, naturalmente, descorado por ninguém. Decerto que já ouviste em determinada altura da tua vida que é necessário teres objetivos. Para além de todo o aspeto existencial relacionado com os propósitos de cada um, os objetivos são essenciais para impelir as pessoas a conseguirem realizar algo.

 

Na realidade, quando nos decidimos a realizar algo que implique algum esforço da nossa parte, independentemente da natureza do objetivo, e conseguimos, a nossa autoconfiança aumenta de forma exponencial.

 

Mesmo que outras pessoas não tenham a tua visão ou não acreditem nos teus objetivos, nunca te deixes abalar. Basta que acredites em ti e no que estás a fazer, para alcançar o que pretendes.

 

 

 

Não existem adversidades…apenas desafios

 

Adversidades acontecem a todos, eu gosto no entanto de lhes chamar “obstáculos transponíveis”. É um nome fixe não achas? 🙂

Podem surgir em qualquer altura das nossas vidas, contudo, isso não significa que devam travar os nossos objetivos, pelo contrário, deverão constituir mais um desafio a ser ultrapassado.

 

Todas as pessoas estão invariavelmente sujeitas a sentimentos de perda e tristeza, todavia, ultrapassar esses momentos permite fortalecer o nosso carácter e aumentar a autoconfiança. Não deixes que os obstáculos minem e abalem as tuas convicções, vê-os como oportunidades para mostrar que és inabalável e que, por muitos desafios que te possam surgir no presente ou futuro, tu conseguirás ultrapassá-los…sempre!

 

A autoconfiança é essencial para atingir o sucesso, independentemente de quais forem os teus intentos. As estratégias que te falei acima, naturalmente, poderão ajudar-te, no entanto, tens de as colocar em prática, seguir em frente mesmo quando enfrentas adversidades e, acima de tudo, seres persistente. Ninguém disse que era fácil alcançar o sucesso, mas se acreditares em ti e fores persistente…não há como não acontecer!

 
No final das contas tudo se prende com uma decisão que faças num determinado momento da tua vida.

 

Podes tomá-la hoje aqui, começando o teu próprio negócio online, com um grupo de gente fantástica, um grupo de gente livre…

 

Ou podes continuar a deixar passar a carruagem…e continuar a ver nada acontecer.

 

Anda…REGISTA-TE 🙂