Desfruta Da Jornada

“O entusiasmo possui uma frequência de energia elevada, que entra em ressonância com o poder criativo do universo…Com o entusiasmo, descobres que não precisas de fazer tudo sozinho. O entusiasmo sustenido, suscita uma onda de energia criativa e tudo o que tens de fazer é deixar-te levar por essa onda.”

– Eckhart Tolle

 


Quando obtens prazer daquilo que fazes, estás completamente comprometido, cheio de energia, vibras totalmente; e esta frequência interior que emanas, sincroniza-se com tudo o que pulsa no mesmo comprimento de onda, amor, alegria e entusiasmo.

 

 

Estás então ligado, à corrente da vida, à corrente que transporta o que há de melhor e de mais potente, em ti e à tua volta.



 

 A tua capacidade criativa desmultiplica-se, o teu radar de sucesso foca-se nas oportunidades e consegue vê-las de facto, a tua performance cresce exponencialmente, pelo «simples» poder do amor que colocas naquilo que fazes.
As chances são grandes de que chegues de facto muito mais rapidamente ao teu objetivo…Mas o que é maravilhoso é que te sentes tão vivo e entusiasmado de percorrer este caminho, que como um bom livro ou filme, não tens pressa que acabe…

 

O crescimento advém do processo e da jornada, nunca do objetivo final. Vivê-lo e desfrutá-lo é o que nos vai permitir repeti-lo.

 

Desfruta do caminho…desfruta da jornada !

 

Gostas de desenvolvimento pessoal? Então clica na imagem abaixo e descarrega já o teu exemplar gratuito deste fantástico livro “Segredos da Mente Milionária” de T. Harv Eker.

 

livro300

emails

 

Ver Com Olhos de Ver

A verdadeira viagem da descoberta, não consiste em procurar novas paisagens, mas a ver com outros olhos

– Marcel proust

 

 

Numa qualquer aldeia chinesa, um jovem principiante em meditação, chega um dia a casa do seu mestre completamente estafado e diz:

– Mestre! É impossível, nunca vou conseguir!

E o mestre pergunta-lhe:

– Mas o que tens tu?

– Na minha pequena casa com uma unida divisão tenho, a minha mulher e os meus três filhos a fazerem barulho de manhã à noite. É infernal! Não consigo meditar. Nunca me vou conseguir entregar a esta via.

O mestre após uma profunda reflexão diz-lhe:

– Tenho uma ideia, compra um cão.

Bem…era o mestre e evidentemente ele obedece, pensando que provavelmente havia algum sentido místico escondido atrás desta ideia. Foi então buscar um cão que levou para a sua pequena casa.

 
Alguns dias depois regressa a casa do mestre e diz-lhe:

 

– É impossível! Agora além da mulher e dos miúdos a fazerem barulho, ainda tenho o cão a ladrar. Como vou consagrar-me à meditação?

 
O mestre faz uma nova reflexão profunda e diz-lhe:

 

– Compra uma cabra

 

O jovem obedeceu, comprou a cabra…e galinhas…e um gato.

 

Obedeceu sempre, o mestre é o mestre e o jovem aprendiz segue instruções.

 

Mas está de facto cada vez mais extenuado…

 

Agora na sua pequena casa, tem a mulher, os filhos, o cão, a cabra, as galinhas e o gato.

 
Uma última vez e, completamente desmoralizado e cansado, queixou-se ao seu mestre que lhe disse então:

 

– Vende as galinhas, a cabra e também o gato!

 
Algum tempo depois o jovem foi visitar o mestre e diz-lhe:

 
– Obrigado mestre! Está a ser maravilhoso, já só tenho a mulher, os filhos e o cão em casa e é fantástico meditar assim!

 
Mas este não foi o ultimo ensinamento…

 

Um dia mais tarde o mestre disse-lhe:

 

– Agora retira a meditação e desfruta, tens em casa tudo o que precisas para seres feliz!

 

Por vezes precisamos de perceber realmente do que não gostamos para valorizarmos mais o que temos. Só essa experiência nos fará ver o mundo com outros olhos!

Gostavas de ter um blog para escreveres sobre aquilo que quisesses e ganhar dinheiro com isso?

Então ISTO é para ti!

Clica na imagem abaixo e adquire ainda hoje o teu blog pré-configurado.

A Felicidade

Continuo a surpreender-me, quando ouço as pessoas dizerem que não sabem ser felizes.

As pessoas agem como se a felicidade fosse uma força misteriosa e difícil de decifrar.

A felicidade é um dos temas mais estudadas da história da humanidade. Se olharmos para a psicologia e a filosofia, não é tudo aquilo que estas duas áreas têm feito ao longo de séculos?

Os princípios da felicidade são conhecidos!

Ver vídeo abaixo:

O que acontece é que por vezes, senso comum não significa prática comum, e as pessoas vêm-se embrenhados em ações que as levam precisamente a não serem felizes.

Sabemos que a felicidade advém da nossa forma de ver o mundo e a nossa vida. Depende da forma como vemos o nosso passado, o presente e o futuro.

Se olharmos para o passado com gratidão em vez de o ressentirmos, se filtrarmos as boas memórias e mesmo que tenham havido conflitos, lutas e desafios, e essencialmente se aceitarmos que o passado fez de nós quem somos hoje, podemos ser livres no presente!

Livres de ressentimento e livres de experimentar gratidão!

E No presente o que nos faz felizes?

Bem, aquilo eu que eu acredito e vivencio é que, se estivermos honesta e seriamente comprometidos com um objetivo de vida, todos os dias nos vamos desafiar mais um pouco e consequentemente fazer mais um pouco.

Ao agirmos desta forma, vamos sentir-nos preenchidos, sabendo que rumamos a passos largos para a concretização de um sonho.

Quanto ao “olhar sobre o futuro”, é apenas uma questão de antecipá-lo com entusiasmo, pois se estivermos seria e honestamente comprometidos com aquilo que queremos, o que queremos irá inequivocamente acontecer!

Saber disto faz-me feliz!

E mesmo que o futuro possa parecer em algumas ocasiões um pouco assustador, mesmo que antecipemos lutas e desafios (pois vão sempre existir). Devemos olhar para o amanhã com entusiasmo.

 

Vou dizer-te algo importante:

Se não consegues olhar para o amanhã com entusiasmo, não tem nada a ver com a realidade do amanhã!

Tem a ver com o teu ”mindset”, a tua mentalidade, ou a falta de uma mentalidade virada para a ação, uma mentalidade positiva, provavelmente pelo facto de teres sido pessimista e negativo durante muitos anos e que acabou por literalmente drenar a tua esperança!

A boa notícia é que existe uma “cura” para isso, a única coisa que tens que fazer é uma introspeção, um ponto da situação (vê aqui como) e tomares consciência de que tens vindo a envenenar a tua mente com falsas crenças.

Toma consciência!

Aceita o passado com gratidão, compromete-te no presente e olha para o futuro com entusiasmo!

Esta é a minha receita simples para a felicidade 🙂

Forte abraço!

Olivier

P.S.: Todas estas técnicas para um mindset de sucesso estão contidas na formação “INNER CIRCLE”. Que podes adquirir agora mesmo clicando na imagem abaixo:

10 Perguntas Para Fazeres o Ponto da Situação

É muito importante fazer-se regularmente o ponto da situação. Permite-nos colocar em prática os eixos de melhoramento e de tomarmos consciência da nossa situação atual.

A melhor forma de fazer o ponto da situação é efetuar um trabalho de introspeção respondendo a várias perguntas. Estas perguntas permitem ativar algumas alavancas psicológicas, a fim de fazer sobressair alguns aspetos (positivos e negativos) da tua situação atual e da tua personalidade.

Sentes-te num impasse? Não te consegues motivar quando trabalhas?

Ou ao contrário…Tudo parece estar (demasiado) bem no teu quotidiano e estás numa «gaiola dourada»?

 

Talvez queiras apimentar a tua vida, a fim de te aproximares dos teus ideais e dos teus sonhos de vida. Ou simplesmente para viveres de acordo com os teus próprios valores!

Antes de mandares tudo ao ar, coisa que virias a arrepender-te de seguida, convido-te a fazeres o ponto da situação para bem recomeçares.

Pensa em copiar este questionário para lhe responderes de vez em quando. A minha opinião é que devemos fazer o ponto da situação 1 vez por mês. 

Como fazer o ponto da tua situação atual?

Proponho-te responderes a um questionário de introspeção. Vais consagrar um tempo especifico para realizares este exercício, vai permitir-te refletires em profundidade sobre os teus objetivos, os teus comportamentos, estado de espirito atual e valores que são importantes para ti.

Pois é…como diz Kant o Homem é um animal racional, precisa de levar a cabo esta reflexão sobre ele próprio, de compreender o que lhe vai dentro, de ter um propósito.
A introspeção, longe de ser uma perda de tempo ou uma démarche narcisista, é ao contrário um método poderoso para se sair de um mau registo e dar um empurrão de motivação necessário para se avançar.

A introspeção, efetua-se através de perguntas fundamentais, para estares seguro que estás de acordo contigo próprio e para clarificar os teus desejos e convicções.

Então, depois de colocarmos em perspetiva a teoria, vamos passar á ação! Toma o tempo que for necessário para realizares o questionário. É muito importante!
Leva a sério cada pergunta e anota as tuas respostas num caderno. Não respondas apenas com SIM e NÃO. Argumenta as tuas respostas e determina pistas de melhoramento.

10 Perguntas para fazeres o ponto da situação (introspeção)

Pergunta 1 – Levanto-me de manhã com vontade de viver este dia? Se respondo que não, qual seria o dia ideal, que me trouxesse motivação de me levantar e apreciar plenamente o momento presente?

Pergunta 2 – Quais são os meus valores? Estarei a viver de forma congruente com os meus valores?

Pergunta 3 – Utilizo os meus talentos e competências na justa medida? Como poderei colocar estes talentos e competências a trabalhar no meu desenvolvimento pessoal e/ou para ajudar os outros?

Pergunta 4 – As atividades e/ou ações que faço durante o dia (no meu trabalho ou na vida em geral) valem a pena? O que me trazem? Utilizo o meu tempo de forma produtiva?

Pergunta 5 – Respeito o meu corpo, a minha saúde? Estou à escuta das minhas sensações físicas e sinais de alerta que o meu corpo me pode transmitir?
Pergunta 6 – O que trago de bom aos outros? Sinto-me útil para os meus familiares e amigos?

Pergunta 7 – Que impacto tenho no mundo que me rodeia?

Pergunta 8 – Sou uma pessoa que os outros respeitam? Qual o efeito das minhas ações e comportamentos nos outros?

Pergunta 9 – Como posso melhorar as minhas relações com os outros, por forma a que sejam mais positivas, construtivas e enriquecedoras?

Pergunta 10 – Qual é o meu futuro ideal daqui a 1 ano, 5 anos e 10 anos? E como posso lá chegar começando hoje mesmo por pequenas e simples ações?

Espero ter-te sido útil 🙂

Forte Abraço

P.S: Este pode ser o veículo certo para o futuro que tu queres: O VEÍCULO

Os 3 Inimigos do Desenvolvimento Pessoal

 

 

Acredito que existam 3 grandes inimigos ao desenvolvimento pessoal:

 

 

 

1º A Dúvida

 

As pessoas que se encontram neste registo, duvidam bastante das suas capacidades, das suas competências e até chegam a duvidar se merecem ou não.

O “truque” aqui é confrontar a dúvida, questioná-la:

– Porque duvido de mim? Alguém ou algo plantou esta semente? Fará esta dúvida parte do meu sistema de crenças?

A fé em nós próprios é o que aqui nos fará avançar! É o que nos fará confiar e procurar ajuda se necessário.

A solução é um passo de ação:

 

Ganhar coragem para ter autoconfiança e meter ação. Pois com a ação vém a competência, com a competência mais confiança e com a confiança mais ação.

Em psicologia chama-se o “Loop da competência e da confiança”

 

Quanto mais aprendemos e tentamos, mais sabemos e mais desenvolvemos
2º O Adiamento

O adiamento vem da dúvida muitas vezes, estes dois registos estão diretamente relacionados. Porém pode ainda não ser sempre assim.

Muitas vezes adiamos por tudo e por quase nada, não só porque duvidamos que somos capazes, mas tão simplesmente porque está a dar na TV aquele episódio da série dos “Vikings” que tanto queríamos ver. Ou simplesmente porque «não apetece», porque «dá trabalho».

O Ser Humano é indolente por natureza – Faço amanhã!

 

 

 

3º A Divisão

Neste registo existe um sentimento de divisão, de não pertencer, de ser diferente de todos.

Quem “sofre” de divisão são aquelas pessoas que dizem constantemente:

-Eles não me compreendem!

Quando alguém se encontra neste registo coloca barreiras e não faz conexões com os outros. Não sabe pedir ajuda, julga os outros, critica constantemente e não “deixa entrar” ninguém.

São estas as pessoas que se esquecem que a Humanidade está unida por uma força, uma energia comum. Um propósito de sobrevivência, comum à espécie inteira desde os primórdios dos tempos.

Quando não nos conectamos com os outros seres humanos, deixamos de estar conectados connosco.

O que se pode fazer?

O mais importante aqui é de facto tomar-se a consciência de que se está “embrenhado” no processo e depois AGIR…a ação é praticamente a solução para tudo!

Agir neste caso significa conectar-se, ir de encontro aos outros, envolver-se, dizer algo agradável a alguém, sentir os outros, perguntar, falar, tocar alguém. Criar empatia.

As relações profundas são “a cura” para a divisão.

Vou deixar-te um desafio antes de terminar este artigo:

Porque não fazeres deste dia, o dia em que redesenhas a tua vida? o dia em que metes ação no sentido da mudança!

Tem fé em ti! Mete ação! e desfruta o processo!

Forte abraço

Olivier

Os 5 Pilares para uma Vida Extraordinária

Todos podemos ter uma vida extraordinária. Esta vida não é apenas reservada aos grandes deste mundo, aos mais influentes e aos mais afortunados.

Seja qual for o teu nível de estudos ou as tuas origens tu também tens a possibilidade de mover montanhas, a capacidade de levar a cabo grandes projetos e de mudares as coisas á tua volta.

Agora, não esperes ganhar a lotaria, teres mais idade ou libertares-te da educação dos teus filhos para teres a vida que queres ter. Decide desde já e começa a colocar em prática numa base diária as estratégias que te vão conduzir a essa vida.


É importante que te apoies nos 5 pilares principais, que os desenvolvas ao longo do tempo, para que todos os teus projetos se realizem e que a tua vida seja extraordinária, principalmente aos teus olhos.

Pilar nº1:

Ter uma visão clara e precisa em função da tua identidade profunda e anunciá-la sob a forma de um projeto.

Para teres uma vida extraordinária é necessário agires, iniciar os teus projetos, sem esperar que os outros decidam isso por ti e sem teres receio que te julguem.

 

Como definir então um projeto que te corresponda e te permita sentires que estás vivo(a) ?

Para começar deves sair da tua visão puramente quotidiana, da tua rotina e questiona-te sobre quais são os teus desejos mais profundos, quais são as áreas que te apaixonam, qual é a atividade que te dá mais prazer. Neste estádio não te preocupes com as tuas circunstâncias atuais, sob risco de te autolimitares.

A partir dos teus desejos profundos, vais definir um objetivo. Este objetivo estará então perfeitamente adequado com a tua personalidade e ancorado à tua identidade profunda.

Porque é isto importante?

Porque quando ages de acordo com a tua personalidade profunda, desenvolves uma visão clara e precisa daquilo que queres atingir na vida.

 

Agora deves escolher um projeto que sirva os teus objetivos. Um projeto que te vai permitir agir sobre os teus desejos e sobre aquilo que queres para ti.

No meu caso escolhi este: O MEU PROJETO

Podes optar pelo mesmo, ou podes usar qualquer outro que te seja favorável e aches que te vá servir de veículo.

De seguida, anuncia o teu projeto sob a forma de uma frase curta, positiva, esta servir-te-á de guia ao longo das tuas ações.

Agora que já definiste o teu projeto, deves agir para que este se realize.

Eis a estratégia que te proponho…

Pilar nº2:

Definir uma estratégia sob a forma de vários objetivos


A tua visão é o fio condutor. Vais dividi-lo em objetivos a longo prazo, ou seja num horizonte de um ano. Depois este objetivo de 1 ano vais decompô-lo por sua vez em objetivos a médio prazo (3-4 meses). E por fim divides os objetivos a medio prazo em objetivos a curto prazo (3-4 semanas).

Para que o teu projeto avance é absolutamente necessário teres ações concretas sobre as quais possas agir, estas ações são os objetivos a curto prazo. Tais como fazeres o teu registo AQUI para teres acesso ao veículo que te vai permitir atingires os teus objetivos a médio prazo.

Uma vez que tenhas atingido todos os objetivos a curto prazo (as démarches necessárias para começares). Vais começar a aproximares-te dos objetivos a médio prazo (que podem ser por exemplo adquirir certas competências). Assim depois de atingires um desses objetivos a médio prazo, estarás cada vez mais perto do teu objetivo final!

Simples não?

 

(Se queres saber mais sobre definir objetivos podes ver AQUI)

Com esta estratégia, vais agir sobre o quotidiano para o teu projeto de vida. No entanto, um dos grandes obstáculos com que as pessoas por vezes se deparam é a falta de motivação contínua.

Pilar nº3:

Colocar em prática hábitos de vida para estar motivado no quotidiano e a longo prazo.

Esta motivação acontece através de se colocar em prática hábitos de vida.

E como se cria?

Primeiro deves definir quais os hábitos que precisas para que o teu projeto avance. Pode ser por exemplo escrever um artigo por dia no teu blog se desejares viver da Internet e seres financeiramente livre, ou ainda treinares todos os dias para participares de uma maratona.

 

Sugiro-te ainda que pratiques este novo hábito durante 30 dias a fio, por forma a mecanizares esta ação até se tornar natural para ti.

Os hábitos de vida permitem lutar contra as quebras de motivação e a procrastinação. Agem como potentes lembretes da mente.

A motivação é não só um fator interno, mas pode igualmente ser aniquilada por acontecimentos externos ou pessoas. Daí a importância de te rodeares das pessoas certas.

Pilar nº4:

 

Constituir um círculo social que te puxa para cima e te ajuda a tingires os teus objetivos.

O teu círculo social deve ser um trunfo a teu favor para avançares no teu projeto de vida. Se te rodeias de pessoas pessimistas ou negativas, vais tu também perder confiança e até tentares convencer-te que o teu projeto não é exequível.

Ao contrário disso, as pessoas positivas, alegres, que já têm o sucesso que procuras na realização do teu objetivo de vida, vão envolver-te com a sua motivação e até ajudar-te a ires avante na realização dos teus objetivos.

Rodeia-te destas pessoas. Se não tens ninguém assim no teu círculo, desenvolve novas conexões, foi o que eu fiz com o meu grupo de trabalho. Vais literalmente beber otimismo e dinamismo!

Acredita no que te digo…vale a pena!


Pilar nº5:

Passa à ação no quotidiano fazendo várias pequenas tarefas, em vez de o fazeres raramente numa tarefa maior.

Por fim, um conselho que queria partilhar contigo hoje, é que deves tomar ação nem que seja um pouco todos os dias em vez de tomares uma grande ação apenas de vez em quando.

Porquê?

Começas um projeto, estás completamente entusiasmado(a), lanças-te de corpo e alma. Depois, vem o primeiro grão de areia, começas a duvidar de ti e abandonas.

A boa estratégia, não é lançares-te numa tarefa quase impossível para ti por enquanto, que ainda não tens as competências todas necessárias. Deves inicialmente agir sobre as pequenas ações simples, concretas e fáceis de realizar.

Por isso te falei antes de teres diferentes pequenos objetivos, para depois chegares aos médios e por último ao principal. Só assim terás uma estrutura coerente: sabes que tal ação, por mais pequena que seja corresponde a tal objetivo.

As pequenas tarefas não te fazem desencorajar e a sua acumulação permite realizar grandes feitos e de proporcionarem uma vida extraordinária, aquela vida que tu vais construir, que te vai dar a liberdade que tanto queres, seguindo os teus desejos mais profundos.

Mete ação agora!

Começa hoje o teu maior sonho!

Abraço amigo(a)

Olivier

Não tenho Dinheiro!

Procuras financiar um projeto?

Precisas de dinheiro para investir no teu negócio?

Neste artigo proponho-te um “boost” de criatividade para arranjares soluções hoje ainda!

 

« Não Tenho Dinheiro para Investir no Meu Negócio » !

 

Se empreendeste algum projeto, ou se acabaste de iniciar um negócio online, vais precisar de fundos para financiar e lançar a tua atividade.

A vantagem do marketing de afiliados (falo da empresa com a qual trabalho) é que o investimento inicial é muito inferior a uma empresa do negócio tradicional.

Umas poucas centenas de dólares servem para iniciar o negócio e com 3 ou 4 mil dólares compram-se todos os produtos.

Se pensas que não tens dinheiro para investir no teu negócio e na tua educação, então és provavelmente vítima de crenças limitativas!

Mas tranquiliza-te, não és o(a) único(a).

O problema é que poucas pessoas têm essa consciência. E alguns até rejeitam a ideia de terem crenças limitativas.
Para saber se tens crenças limitativas em relação ao dinheiro, podes ler o livro de T. Harv Ecker  «Segredos da Mente Milionária», verifica se colocas em prática os 17 princípios do livro.

Podes descarrega-lo clicando na imagem abaixo:

 

 

Eu & As Minhas Crenças Limitativas

 

Pessoalmente, as minhas crenças limitativas atrasaram a progressão do meu negócio. Só passados 4 meses e meio de ter iniciado a minha atividade é que comecei a modificar as minhas crenças limitativas e só assim consegui mudanças positivas a nível financeiro.

Quando tomei consciência das minhas crenças limitativas e as alterei, consegui os meus primeiros $30.000 dólares em pouco mais de 3 meses.

Mesmo depois de atingir esse objetivo, continuei a desenvolver-me e a criar novas crenças positivas para tingir um patamar superior.

 

De onde vêm as nossas Crenças Limitativas em relação ao Dinheiro?

 

Ter crenças limitativas é quase inevitável, numa sociedade onde o dinheiro é tabu e os mais abastados são mal vistos.

Para compreenderes até que ponto somos influenciados desde a nossa infância, sem mesmo darmos conta, proponho-te 3 exemplos, que mostram como os media influenciam a nossa relação com o dinheiro:

 

1- « Uma casa na Pradaria »

Dependendo da tua idade, certamente que já viste, durante mais ou menos tempo, esta série de televisão. Conta a história da família “Ingalls”: Uma família de camponeses, de pessoas generosas, amigas de ajudar, engraçados, devotos, mas sem dinheiro nenhum.

Lembras-te de quem eram “os maus” nesta série?

A família Olson: família burguesa, os mais ricos da aldeia, as pessoas mais detestáveis da vizinhança.

 

2- « Batman »

O lendário Batman, tem um excelente meio de esconder a sua identidade secreta de super-herói…

Quando tira a máscara, transforma-se no milionário Bruce Wayne, um homem de negócios riquíssimo, arrogante, frio e desagradável.

Com este perfil de rico, ninguém pode suspeitar da sua identidade de super-herói generoso ao serviço dos outros!

 

3- « Titanic »

Um dos filmes mais vistos da história do cinema. Igualmente cheio de “clichés” acerca dos ricos!

Lembras-te das cenas pouco antes do naufrágio do Titanic?

Em primeira classe, os ricos «presos» jantam num ambiente de «glamour».

Uma menina leva um sermão da sua mãe, pela forma errada como segura no seu garfo!

Enquanto isso, em terceira classe, vive-se um ambiente de festa, os pobres cantam, dançam e divertem-se!

A Rose, que quase comete suicídio, é salva pelo Jack, um herói…sem um tostão!

Estas mensagens inconscientes e repetidas desde a nossa infância, não nos incitam à riqueza…antes pelo contrário!

Muitos são aqueles que desenvolvem uma tendência inconsciente em autossabotar os seus projetos, por forma a não se parecerem com essas detestáveis pessoas ricas.

Uma vez que tomes consciência destas crenças limitativas, poderás começar o trabalho de as eliminar.

 

 

História de Motivação

 

O segundo motivo pelo qual pensas que não tens dinheiro para investir no teu negócio, é a falta de motivação!

Imagina que és um fã incondicional da Ferrari, e que um dos teus amigos é dono de um dos teus modelos preferidos.

 

Hoje, ele anuncia-te, que como sabe da tua paixão, te vai vender o seu Ferrari novinho em folha por 3.000 €uros.

Vais arranjar esses 3.000 €uros?

Aliás, também sabes que depois de comprares este Ferrari, o poderás facilmente vender por 100.000 €uros!

Eu tenho a certeza que arranjarias uma solução para teres 3.000 €uros!

É tudo uma questão de motivação!

O teu negócio é esse Ferrari…literalmente!

Hoje tens que arranjar 3.000 €uros, mas mais tarde vais ganhar vais gerar 100 vezes mais dinheiro com esse investimento!

Se a tua visão estiver claramente definida e atua motivação for forte, irás achar um meio para financiares o teu projeto!

 

Exercício Criativo para Financiares um projeto

 

Para concretizares o teu objetivo principal, proponho-te este pequeno exercício.

Vai ajudar-te a passares de uma mentalidade orientada para a “Escassez e problemas” a uma mentalidade orientada para a “Abundância e Soluções”.

– Pega numa folha de papel e numa caneta.

– Faz uma lista de 50 maneiras de arranjares 3.000 €uros para investires no teu negócio, daqui a uma semana.

– Lista sem receios todas as formas que te passarem pela cabeça (está a escrever para ti)

– Relê quantas vezes forem necessárias este artigo desde o início!

– Não penses no dinheiro que vais poder ganhar com o teu negócio. Pensa no que vais poder fazer com ele! Pensa na tua família! Pensa naquilo que mais te motiva neste mundo!

– Não pares até teres escrito 50 maneiras diferentes!

Só te resta passar à ação!

Aplica uma ou várias soluções das 50 que listaste e lança-te de cabeça no teu projeto com esse financiamento!

 

Espero ter-te ajudado!

Forte Abraço!

post scriptum: TOMA AÇÃO!

 

Como Fazer Face à Incerteza

A tua qualidade de vida irá sempre depender da tua aptidão em fazeres face à incerteza, da tua aptidão a acreditares em ti e nas tuas escolhas.


Há sempre um momento nas nossas vidas em que chegamos a cruzamento, onde devemos escolher que direção tomar. Geralmente é nesses momentos que temos mais tendência para nos perder e afogar num oceano de incertezas e indecisões.

 

No entanto, a pior de todas as decisões que podemos tomar é não decidir!

Quantos projetos abandonaste por estes momentos de fraqueza?

Quantas oportunidades não aproveitaste, porque não tiveste a coragem de olhar para dentro de ti mesmo para saberes o que realmente querias?

Demasiadas, se me perguntares a mim.

Hoje proponho-te algumas pistas de reflexão, que se averiguaram úteis para mim, afim de poderes fazer face aos momentos de incerteza.

 

Acredita em ti, acredita no teu potencial!

 

A chave para sair do nevoeiro, está em ultrapassar a incerteza e acreditar, acreditar em ti, acreditar no teu potencial, acreditar que qualquer que seja as escolhas que faças, serás capaz de as assumir.

 

Mas para acreditares em ti, deves primeiro aprender a conhecer-te. Deves conhecer as tuas fraquezas e as tuas forças. Deves conhecer os teus desejos e expectativas, e acima de tudo deves ser capaz de sentir o teu potencial e de fazer tudo por tudo para vivê-lo!

Deves aceitar o facto que podes fazer coisas grandes, que as tuas ideias têm valor, que tu tens valor e que o mundo precisa de ti!

 

Se não o fizeres, ninguém o fará por ti!

Assim, na próxima vez que uma oportunidade se apresentar, deves fazer uma escolha, lembra-te sempre disto! E faz a tua escolha em função
daquilo que queres realmente e não em função dos teus medos.

Porque SIM! É o teu medo é o que prolonga as tuas incertezas…

 


Não deixes que o medo te impeça de fazeres aquilo que queres

 

Na maioria das vezes que estamos indecisos é por causa do medo. Medo do que pode acontecer, medo de falhar, medo de não conseguir gerar aquilo que queremos, medo daquilo que os outros possam pensar, etc…

Estes medos são legítimos, pois fazem parte da natureza humana, mas são completamente infundados e gerados por falsas crenças. Por isso nunca deves deixar que te controlem!

O teu destino apenas a ti pertence, a tua vida pertence-te.

Então faz com que ela tenha as tuas medidas. Faz com que valha a pena ser vivida!

Nunca tenhas medo de exprimir o teu talento, as tuas ideias e o teu potencial…

Sei bem que nem sempre é fácil fazer esta escolha, mas tens que o fazer!

Pouco importa a oportunidade que se te apresenta, nunca fiques indeciso, não sucumbas à incerteza nem ao medo!

Pelo contrário, tem coragem de abraçares a vida, de correres riscos. Tem coragem de fazeres escolhas!

 

 

Não olhes para trás

 

As escolhas devem ser feitas, mas o mais importante é conseguirmos viver com essas escolhas e continuar a avançar, aconteça o que acontecer.

Uma vez tomada a decisão, nunca mais olhes para trás, mesmo se te enganaste!

Todos erramos, e esses erros tornam-nos mais fortes, mais sábios. Por vezes esses erros levam-nos para direções que não tínhamos intenção de ir. Por ir no sentido dessas direções é a melhor coisa que nos poderia ter acontecido.

 

Então confia em ti! Confia no teu potencial e acima de tudo tem a coragem de ultrapassar a tua incerteza.

Levar-te-à ao teu destino!

Do teu amigo

Os Segredos da Autoconfiança em 5 Etapas 3/5

Nos últimos dois artigos desta série de 5 (que podes ver AQUI) falei-te de tomada de decisão e responsabilidade e visão e motivação


Hoje vou falar-te sobre pequenos passos para atingires grandes mudanças.

Este é então o terceiro artigo desta série de 5 e tem por título:

3- Gandhi & Pequenos Passos para Grandes Mudanças




Agora que já decidiste mudar a situação e que sabes porque o queres fazer, só te resta passar á ação!

De facto, apenas a passagem á ação de vai trazer resultados!

Atenção, não deves aqui fixar objetivos irreais nem demasiado elevados, estamos a falar das ações diárias. Pensa grande sim! Mas começa com pequenos passos. O importante agora é seres consistente e perseverar.


“Sê a mudança que queres ver no mundo”
– Gandhi

 

 

 

Todos os dias faz algo novo, algo diferente que te faça sair da tua zona e conforto.


Mais uma vez, faz com que estes pequenos desafios sejam exequíveis. Com a repetição diária, esta nova ação vai ser cada vez mais fácil. É assim que vais alargar a tua zona de conforto!


Recomeça uma nova ação que te faça sair da tua zona de conforto, até que essa ação fique fácil de fazer.



“Pouco importa a velocidade a que avanças, desde que nunca pares.”
– Confúcio

 

Não percas o próximo artigo desta série: 4- Buda & a Vida em Consciência.

Forte abraço!

TOP 10 – Citações Inspiradoras Do Cinema

O cinema diverte-nos, faz-nos rir e chorar (sobretudo as mulheres, os homens fazem de conta que lhes entrou algo para a vista)  🙂

filmes-pra-chorar

 

E por vezes inspira-nos.

Hoje preparei-te um Top das 10 melhores citações de filmes que vi, que te vão poder inspirar no dia-a-dia.

 

 

1/ A vida é como uma caixa de chocolates, nunca se sabe o que se vai encontrar no interior…

-Forrest Gump

 

forest
Gosto desta analogia, que é o lema de Forrest Gump, um homem simples, testemunha de dezenas de acontecimentos históricos destas ultimas décadas.

A vida é cheia de surpresas, que por vezes gostamos e outras nem por isso. E não é isto preferível a uma caixa de chocolates iguais para o resto das nossas vidas?

Somos nós quem decidimos provar um chocolate diferente a cada dia. Deveríamos viver pelo menos uma coisa que saia do comum todos os dias, para assim vivermos a vida em pleno e sairmos das nossas zonas de conforto.

 

 

 

2/ O destino tem este dom de voltar atrás para nos surpreender…o Homem vê o mundo de formas diferentes em diferentes períodos da vida

– Big Fish

 

big

Acho esta citação muito verdadeira. Com a experiencia e a maturidade, mas sobretudo depois de ter feito algum trabalho interior (por exemplo ter percorrido um caminho de desenvolvimento pessoal, ter feito terapia, ou ter superado uma grande dificuldade), conseguimos ver as coias de forma diferente.

Algo que nos pode parecer completamente comum aos 20 anos, pode transformar-se aos nossos olhos em algo magnífico quando temos 50 anos.

E por vezes coisas que achamos geniais podem parecer-nos completamente “sem sal” passados 2 anos.

 

 

 

3/ Faz ou não faças, mas a tentativa não existe!

– Yoda, O Regresso do Jedi

 

yoda-quotes-2

Esta citação incita sem qualquer dúvida à ação e a não hesitar.

Dizer que vamos experimentar é admitir que podemos falhar. É por vezes uma desculpa para não agir de forma massiva.

Aliás, quando se diz: “Vou tentar lá ir”; sejamos honestos, na maioria das vezes quer dizer que não o faremos.!

Experimenta trocar o “vou tentar” pelo “vou fazer”. Pode ser um meio de motivação interessante. Que a força te acompanhe! 🙂

 

 

 

4/ Uma mulher sem amor, murcha como uma flor sem Sol.
– O fabuloso destino de Amélie Poulain

 

amelie

Adoro este filme: Divertido, engenhoso, criativo e poético com fantásticas citações. Eu estenderia também esta citação aos homens, pois sem amor e sem envolvimento com os nossos semelhantes, torna a vida oca e sem interesse.

Podemos viver sem Amor, mas viveríamos menos intensamente. Isto deveria motivar em nós o sentimento de gratidão pelas relações que temos (sejam elas de amigáveis ou amorosas) e fazer com que queiramos alargar o nosso circulo social.

 

 

 

5/ Podes convencer o mundo inteiro que mudaste, mas nunca a ti mesmo

– Os Suspeitos Do Costume.

 

Untitled-2

Atenção: Para aqueles que nunca viram este filme, corre imediatamente vê-lo. É um filme de culto!

Podemos enganar todas as pessoas com uma falsa mudança, podemos fingir a autoconfiança ou até uma qualidade que não possuímos. Mas não irá durar, a longo termo iremos sofrer da diferença entre aquilo que deixamos transparecer e aquilo que realmente somos.

O objetivo é mudar verdadeiramente, não precisamos de subir ao telhado e apregoá-lo, mas sim agir. Muda, melhora e desenvolve-te, acredita que o mundo irá notar.

Não percas energia a tentar convencer os outros de uma mudança, age sobre ti e a “forma” seguirá.

 

6/ As coisas que possuímos acabam por nos possuir

– Fight Club

 

 

TOP 10 - Citações Inspiradoras Do Cinema

Uma frase um pouco provocatória, mas que aprecio. De facto na nossa sociedade estamos por vezes demasiado “agarrados” àquilo que possuímos.

Quantas pessoas vivem menos bem depois de possuírem algo que sempre desejaram? Falo de objetos neste caso como é óbvio, de bens materiais.

Observei recentemente duas pessoas que depois de comprarem um carro novo tinham tanto medo que algo acontecesse à viatura que fizeram disso uma preocupação constante. Deixaram de estacionar onde estacionavam, passam o tempo a ir ver se o carro está bem fechado, estão sempre preocupados com os riscos, as batidas, etc, não conseguem usufruir do conforto que lhes deve trazer um carro novo. Uma destas mudou “literalmente” alguns hábitos que tinha de sair com a família a sítios que agradavam a todos em virtude do local onde tinha que estacionar.

É claro que o problema aqui não é o objeto em si, mas sim a pessoa. Que não consegue “vislumbrar” que um objeto será sempre um objeto…

Nunca deixes que um bem material te impeça de fazeres o que queres fazer. Um objeto é apenas um objeto, por mais caro ou desejado que seja será sempre substituível. Nunca percas esta noção de vista.

 

 

 

7/Começa por acabares o que começas

– A Viagem de Chihiro

 

 

TOP 10 - Citações Inspiradoras Do Cinema

 

A Viagem de Chihiro é um filme de animação muito fixe! Também recomendo.

Esta citação indica bem que por vezes o problema não reside no facto de não agirmos, ou de não começarmos algo, mas sim o facto de não se terminarem as coisas que se começam.

As causas podem ser muitas: Falta de estrutura ou disciplina, procrastinação, tendência para a dispersão, falta de confiança, etc…

Vai até ao fim e saberás sempre se valeu ou não a pena. Caso contrário vais sempre questionar-te sobre o que poderia ter mudado se tivesses terminado.

 

 

 

8/ Um homem sem inimigos é um homem sem valores

– Largo Winch

 

TOP 10 - Citações Inspiradoras Do Cinema

Querer agradar a todos e não contestar nada nem ninguém pode averiguar-se muito “sem sal” como costumo dizer. Corre-se assim o risco de se ser demasiado consensual e acabar por não agradar a ninguém.

Não é melhor agradar verdadeiramente a alguns e completamente o oposto a outros, ao invés de se ser moderadamente apreciado por todos?

Se tens esta tendência de querer agradar a todos, talvez seja tempo de afirmares pouco a pouco a tua personalidade, mesmo que isso não agrade a todos. Aqueles que gostam realmente de ti fá-lo-ão por aquilo que realmente és. Acredita que vale a pena!

 

 

9/ Todos os homens morrem um dia, mas poucos de entre eles vivem verdadeiramente

– Braveheart

 

 

TOP 10 - Citações Inspiradoras Do Cinema

 

Esta é uma grande verdade! Queres fazer parte das pessoas que olham para trás quando estão no leito da morte e acham que não desfrutaram a vida, ou ser aquela pessoa que vive a vida como quer, quando ainda está a 100% das suas capacidades, que arrisca, que faz, que luta pelo que quer?
Vive a vida verdadeiramente. Procura o que é intenso, coisas inéditas. Cultiva-te, melhora, cresce e desenvolve-te. Não te contentes com uma rotina que te faz vegetar. Vive! Faz esse favor a ti mesmo.

 

 

10/ Pouco importa aquilo que te dizem, as palavras e as ideias podem mudar o mundo

– O clube dos poetas mortos

 

TOP 10 - Citações Inspiradoras Do Cinema

 

Adoro esta citação, acho-a rebelde e desafiadora. Mostra-nos que nos podemos inspirar de palavras e escritos para avançar, mudar o nosso mundo e o mundo em geral.

É aquilo que tento fazer à minha modesta escala quando te escrevo estas palavras neste blog. Porque algumas boas ideias e oportunidades podem mudar uma vida. Nisto acredito piamente!

Se tiveres citações de filmes que gostes partilha-as comigo nos comentários abaixo 🙂

Forte abraço!