Dicas Para Obter Clientes ou Parceiros Online

O teu grande desafio enquanto empreendedor online, se trabalhares com afiliados, vai ser impreterivelmente capturar prospetos e convertê-los em clientes e/ou parceiros (afiliados).

 

Esquece todos os outros pressupostos e clichés que conheces e encontras por aí.

 

Sim, é importante ter um bom plano de negócios. Sim, deves ter um plano de recurso. Sim, deves procurar parcerias interessantes. Mas mais importante do que tudo é isso é saber como adquirir contactos e convertê-los em clientes e/ou parceiros (afiliados).

 

Afinal, os clientes são a força motriz de qualquer negócio. Podes ter as melhores ideias do mundo, podes desenvolver um plano altamente detalhado de negócio, mas se não conseguires materializar tudo isso e fazeres vendas, então tudo será em vão.

 

Se fizermos uma analogia como mundo dos negócios podemos comparar a aquisição de clientes ao golo. Se tens uma estratégia de negócios delineada, mas não consegues captar clientes, és como aquelas equipas que dominam a posse de bola, parecem controlar as operações, mas são incapazes de marcar golo.

 

Concordas comigo?

Ok, então prossigamos 🙂

 

 

3 Dicas Para Conseguir Mais Clientes

 

 

Para que melhores a tua “finalização”, ou seja para que consigas converter mais clientes, deixo três dicas simples, mas valiosas:

 

  1. A tua estratégia deve ser previsível, escalável e lucrativa 

Deves procurar montar um processo de aquisição de clientes que incorpore três princípios:

 

Previsibilidade, escalabilidade e lucro. O processo de aquisição de clientes deve ser previsível para que te mantenhas sempre no controlo de todo o processo. Deves, por exemplo, conhecer detalhadamente as tuas taxas de conversão e pontos de alavancagem. A escalabilidade é necessária para que possas aumentar o número de clientes, à medida que o teu negócio progride.

 

Finalmente, o processo deve ser lucrativo – cada cliente e/ou parceiro adquirido deve dar um maior retorno do que aquilo que investiste para que ele chegasse até a ti.
Deixa-me dar-te o exemplo do meu negócio:

Eu sou afiliado da Empower Network e vendo cursos de Internet Marketing, cursos esses que ensinam tudo o que se pode querer saber sobre ganhar dinheiro na Internet. Consequentemente os cursos ensinam a vender os próprios cursos! Brilhante não é? Eu também achei 🙂

 

Em termos de previsibilidade, sei com toda a certeza que se capturar 113 contactos vou fazer 1 afiliado. (Estes são os meus números e são facilmente obtidos dividindo o número de pessoas que tenho na minha lista de contactos pelo número de afiliados que tenho à data de hoje). Isto mantém-me firmemente em controlo do processo de captura de clientes para o meu negócio.

 

Quanto à escalabilidade, entra aqui alguma técnica e conhecimento que adquiri, não só nos cursos que vendo, mas com os grupos de trabalho e parceiros de negócio com quem me envolvi. Os contactos (prospetos) que capturo são na sua grande maioria pagos, quer através de empresas especializadas que se encarregam de propagar o meu conteúdo pela internet e os motores de busca, quer através das redes sociais, nomeadamente o Facebook.

 

Portanto, se são pagos quer dizer que cada contacto tem um preço e embora esse preço seja variável, tenho sempre presente a média do preço. Logo quanto mais pagar, mais contactos faço, daí ser escalável.

 

O lucro, pode assim ser calculado tendo em conta a previsibilidade acima mencionada de uma forma muito simples, passo a explicar:

 

O preço a que obtenho os meus contactos ou subscritores, varia normalmente entre 0,50€ a 1,5€, por isso vamos dizer que os meus contactos têm um preço médio de 1€.

 

Também sei que em média, cada afiliado que tenho me gera uma comissão líquida de $1.100 dólares. Logo, tendo em conta que preciso de 113 contactos para fazer um afiliado, gasto 113€ ($125 dólares) para ganhar $1.100 dólares, o que dá um lucro previsível de $975 dólares por afiliado.

 

 

  1. A aquisição de clientes e/ou parceiros é um processo que envolve diversas áreas 

O que deves trabalhar para melhorar a tua capacidade de gerar clientes e parceiros?

 

A maioria das pessoas vai rapidamente responder: o marketing! Esta resposta está certa, mas incompleta. O marketing é apenas uma das áreas fundamentais para que consigas melhorar o teu processo de geração de novos clientes. Deves igualmente trabalhar as tuas Vendas!

 

Esta é uma etapa fundamental do processo de aquisição de clientes e é essencial que a mesma esteja bem oleada. Mais uma vez entram aqui os cursos da Empower Network e os treinos e formações que fazemos nos Lazy Millionaires, a minha equipa.

 

Por último e se estivéssemos a falar dos negócios tradicionais deverias oferecer um bom serviço de apoio ao cliente. No meu caso em marketing de afiliados isso é equivalente a “acompanhar os afiliados”, a ajudá-los a fazerem exatamente aquilo que eu faço e ensinando-lhes tudo o que sei com apoio do grupo e da equipa.

 

A isto chama-se ter um negócio duplicável.

 

Nunca te esqueças que qualquer que seja a tua área de intervenção, deves fazer com que os teus clientes se sintam apoiados e valorizados.

 

 

  1. As quatro etapas pelas quais o cliente ou afliado passa antes de fazer a compra 

Como podes gerar clientes ou afiliados, se não procurares perceber qual é o seu processo de decisão antes de avançar para a compra?

Podemos identificar quatro passos pelos quais um potencial cliente passa antes de realizar uma compra:

 

A descoberta. Muitas pessoas acham (como eu achava 2 anos atrás) que ganhar dinheiro na Internet era só para alguns, para os gurus das vendas e do desenvolvimento pessoal. Para além do facto de existirem uma quantidade enorme de logros e esquemas ilegais.

 

 

O primeiro passo acontece então quando conseguem perceber que qualquer pessoa com um portátil e uma ligação à internet desde que bem guiada, pode literalmente ganhar uma “pipa de massa” online! Mas normalmente ficam-se por esta etapa, sabem que é possível e como não sabem como param aí.

 

A etapa seguinte é quando aparece um problema. Normalmente a maioria das pessoas só fazem a descoberta, porque procuram e só procuram porque existe um problema, ou têm falta de dinheiro, ou têm falta de tempo para elas próprias e para a família e aí têm que fazer algo mais do que apenas se ficarem pela descoberta.

 

 

 

Surge então a Identificação de uma oportunidade, a avaliação de soluções para o problema, a pessoa consegue finalmente vislumbrar (umas mais que outras) uma luz ao fundo do túnel. Conseguem perceber que afinal trabalhar online se ensina e melhor ainda…que rende dinheiro tanto para quem ensina como para quem aprende. Uma situação de “win win” 🙂

 

 

Finalmente a etapa mais importante, a etapa de passar à ação, tomar a decisão de avançar e de começar a aprender a ganhar dinheiro online.

 

 

Normalmente é uma etapa envolta em dúvidas e receios, mas que rapidamente se dissipam aquando do primeiro contacto com o grupo e a equipa. O ambiente amistoso e acolhedor que encontram depois de se juntarem ao projeto faz toda a diferença e fornece uma fonte de motivação praticamente inesgotável.

 

 

Automatiza Estas Dicas

 

Como acontece com qualquer outra atividade, apenas conseguirás tirar o melhor partido de todas estas dicas se as trabalhares com empenho. É a repetição sistemática de uma tarefa que conduz à sua otimização, por isso estuda, explora, mas principalmente: aplica.

 

Se queres fazer parte de uma equipa fantástica e aprenderes a ganhar dinheiro online, esta é a tua oportunidade.
REGISTA-TE HOJE MESMO

Não tenho Dinheiro!

Procuras financiar um projeto?

Precisas de dinheiro para investir no teu negócio?

Neste artigo proponho-te um “boost” de criatividade para arranjares soluções hoje ainda!

 

« Não Tenho Dinheiro para Investir no Meu Negócio » !

 

Se empreendeste algum projeto, ou se acabaste de iniciar um negócio online, vais precisar de fundos para financiar e lançar a tua atividade.

A vantagem do marketing de afiliados (falo da empresa com a qual trabalho) é que o investimento inicial é muito inferior a uma empresa do negócio tradicional.

Umas poucas centenas de dólares servem para iniciar o negócio e com 3 ou 4 mil dólares compram-se todos os produtos.

Se pensas que não tens dinheiro para investir no teu negócio e na tua educação, então és provavelmente vítima de crenças limitativas!

Mas tranquiliza-te, não és o(a) único(a).

O problema é que poucas pessoas têm essa consciência. E alguns até rejeitam a ideia de terem crenças limitativas.
Para saber se tens crenças limitativas em relação ao dinheiro, podes ler o livro de T. Harv Ecker  «Segredos da Mente Milionária», verifica se colocas em prática os 17 princípios do livro.

Podes descarrega-lo clicando na imagem abaixo:

 

 

Eu & As Minhas Crenças Limitativas

 

Pessoalmente, as minhas crenças limitativas atrasaram a progressão do meu negócio. Só passados 4 meses e meio de ter iniciado a minha atividade é que comecei a modificar as minhas crenças limitativas e só assim consegui mudanças positivas a nível financeiro.

Quando tomei consciência das minhas crenças limitativas e as alterei, consegui os meus primeiros $30.000 dólares em pouco mais de 3 meses.

Mesmo depois de atingir esse objetivo, continuei a desenvolver-me e a criar novas crenças positivas para tingir um patamar superior.

 

De onde vêm as nossas Crenças Limitativas em relação ao Dinheiro?

 

Ter crenças limitativas é quase inevitável, numa sociedade onde o dinheiro é tabu e os mais abastados são mal vistos.

Para compreenderes até que ponto somos influenciados desde a nossa infância, sem mesmo darmos conta, proponho-te 3 exemplos, que mostram como os media influenciam a nossa relação com o dinheiro:

 

1- « Uma casa na Pradaria »

Dependendo da tua idade, certamente que já viste, durante mais ou menos tempo, esta série de televisão. Conta a história da família “Ingalls”: Uma família de camponeses, de pessoas generosas, amigas de ajudar, engraçados, devotos, mas sem dinheiro nenhum.

Lembras-te de quem eram “os maus” nesta série?

A família Olson: família burguesa, os mais ricos da aldeia, as pessoas mais detestáveis da vizinhança.

 

2- « Batman »

O lendário Batman, tem um excelente meio de esconder a sua identidade secreta de super-herói…

Quando tira a máscara, transforma-se no milionário Bruce Wayne, um homem de negócios riquíssimo, arrogante, frio e desagradável.

Com este perfil de rico, ninguém pode suspeitar da sua identidade de super-herói generoso ao serviço dos outros!

 

3- « Titanic »

Um dos filmes mais vistos da história do cinema. Igualmente cheio de “clichés” acerca dos ricos!

Lembras-te das cenas pouco antes do naufrágio do Titanic?

Em primeira classe, os ricos «presos» jantam num ambiente de «glamour».

Uma menina leva um sermão da sua mãe, pela forma errada como segura no seu garfo!

Enquanto isso, em terceira classe, vive-se um ambiente de festa, os pobres cantam, dançam e divertem-se!

A Rose, que quase comete suicídio, é salva pelo Jack, um herói…sem um tostão!

Estas mensagens inconscientes e repetidas desde a nossa infância, não nos incitam à riqueza…antes pelo contrário!

Muitos são aqueles que desenvolvem uma tendência inconsciente em autossabotar os seus projetos, por forma a não se parecerem com essas detestáveis pessoas ricas.

Uma vez que tomes consciência destas crenças limitativas, poderás começar o trabalho de as eliminar.

 

 

História de Motivação

 

O segundo motivo pelo qual pensas que não tens dinheiro para investir no teu negócio, é a falta de motivação!

Imagina que és um fã incondicional da Ferrari, e que um dos teus amigos é dono de um dos teus modelos preferidos.

 

Hoje, ele anuncia-te, que como sabe da tua paixão, te vai vender o seu Ferrari novinho em folha por 3.000 €uros.

Vais arranjar esses 3.000 €uros?

Aliás, também sabes que depois de comprares este Ferrari, o poderás facilmente vender por 100.000 €uros!

Eu tenho a certeza que arranjarias uma solução para teres 3.000 €uros!

É tudo uma questão de motivação!

O teu negócio é esse Ferrari…literalmente!

Hoje tens que arranjar 3.000 €uros, mas mais tarde vais ganhar vais gerar 100 vezes mais dinheiro com esse investimento!

Se a tua visão estiver claramente definida e atua motivação for forte, irás achar um meio para financiares o teu projeto!

 

Exercício Criativo para Financiares um projeto

 

Para concretizares o teu objetivo principal, proponho-te este pequeno exercício.

Vai ajudar-te a passares de uma mentalidade orientada para a “Escassez e problemas” a uma mentalidade orientada para a “Abundância e Soluções”.

– Pega numa folha de papel e numa caneta.

– Faz uma lista de 50 maneiras de arranjares 3.000 €uros para investires no teu negócio, daqui a uma semana.

– Lista sem receios todas as formas que te passarem pela cabeça (está a escrever para ti)

– Relê quantas vezes forem necessárias este artigo desde o início!

– Não penses no dinheiro que vais poder ganhar com o teu negócio. Pensa no que vais poder fazer com ele! Pensa na tua família! Pensa naquilo que mais te motiva neste mundo!

– Não pares até teres escrito 50 maneiras diferentes!

Só te resta passar à ação!

Aplica uma ou várias soluções das 50 que listaste e lança-te de cabeça no teu projeto com esse financiamento!

 

Espero ter-te ajudado!

Forte Abraço!

post scriptum: TOMA AÇÃO!

 

Como Funciona o Negócio da Empower Network?

A Empower Network é uma escola de desenvolvimento técnico e pessoal, que nos capacita a podermos literalmente “brincar” com a Internet no que diz respeito à promoção e venda de qualquer tipo de produto e consequentemente ganhar rios de dinheiro!


No vídeo abaixo vais poder assistir a uma fantástica explicação sobre a visão do meu amigo Tomás acerca deste negócio.

Quer tenhas ou não um negócio na Internet,

Quer tenhas ou não um negócio tradicional,

Quer queiras adquirir novas competências ou capacitar-te a viver 100% da Internet.

Esta escola de desenvolvimento técnico e pessoal é para ti!

 

Toma ação, regista-te agora mesmo:


 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

Passar tempo de qualidade em família pode por vezes averiguar-se “complicado” se estivermos sempre à espera do “momento perfeito”.

Na verdade é bem simples. Hoje vou partilhar contigo 10 desses momentos, que acho particularmente fantásticos.

 

1 – À mesa – Muitos te dirão que à mesa é para comer, à mesa não se fala…eu digo que isso é um disparate enorme. Com os meus 43 verões continuo a sentir-me um “puto grande” e é muitas vezes à mesa que brincamos e falamos.

Assim que nos sentamos os cinco á mesa, as minhas duas filhas, o meu filho, a minha esposa e eu, a fagulha dá logo o mote (a fagulha é a minha filha mais nova de 8 anos).

– Vamos fazer um jogo? Hoje vamos jogar ao jogo dos animais. Vou pensar num animal e vocês fazem perguntas e tentam adivinhar qual é esse animal.

E assim passamos a refeição toda a tentar adivinhar o animal em que ela pensou. A quem descobrir cabe-lhe por sua vez pensar noutro animal.

Pode parecer simples, mas dá origem a grandes debates…imagina quando a fagulha pensa num dragão de comodo…cor-de-rosa.

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

 

2 – Ao deitar – O deitar é simplesmente maravilhoso, os miúdos e a minha esposa deitam-se cedo, mas gostam de passar aqueles momentos a que chamamos “estar na madorna”, aquela horita em que todos estão na cama de todos, a rir, a contar piadas, a falar sobre trivialidades ou até a cantar o “hakuna matata” do Rei Leão. É um momento perfeito para os mimos, os beijos e os carinhos. É o momento pijama e é delicioso!

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

 3 – Ao pequeno-almoço – Este é um momento que acontece mais ao fim de semana, pelo menos na minha “Super Família” 
No fim-de-semana gosto de me levantar cedo, pois sou Internet Marketer de profissão, o que quer dizer que durante a semana fico acordado até tarde a trabalhar naquilo que gosto e me levanto tarde, quando os miúdos e a minha esposa já foram para a escola, literalmente…pois a minha esposa é professora.

Então no fim-de-semana, levanto-me bem cedo, vou comprar pão, vou até ao mercado comprar fruta e hortaliças e quando chego a casa ainda está tudo a dormir. Muitas vezes faço uma iguaria de pequeno-almoço, as benditas fatias douradas com açúcar e canela. Assim que as meto ao lume começam a acordar…como nos desenhos animados…vêm a flutuar atrás do cheiro.

É maravilhoso vê-los a chegar à cozinha e regalarem-se.

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

 4 – Enquanto cozinho – Adoro cozinhar! Uma cozinha bem arrumada, tudo à mão e os utensílios certos, fazem a minha praia. Quem se chega mais perto é a “fagulha”.
– Pai, ensina-me lá a fazer outro prato hoje.

E lá vamos nós para mais uma hora de cozinha. A Fagulha faz tudo, descasca alhos, cebolas, lava os coentros, mete o azeite para o refogado, corta as batatas, etc…

São momentos de pura diversão!

Depois tem o seu “momento de recompensa”, quando ao jantar digo:

– Hoje quem fez o jantar foi a Beatriz! Que tal está?

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

5 – Quando se espera – Como trabalho a partir de casa, ou a partir de qualquer lugar onde tenha uma ligação á Internet, muitas destas tarefas cabem-me a mim. Seja uma ida ao dentista, uma reunião na escola, ou qualquer outra coisa que implique uma atividade monitorizada pelos pais.

Nunca perco numa ocasião destas. Enquanto vejo os outros pais “enfadados” ou minimamente aborrecidos porque tiveram que faltar ao trabalho para acompanhar os filhos, usufruir da companhia deles.

Seja quando a fagulha me tira o iPhone do bolso para jogar Dragon City, seja quando um deles me diz que está na hora de um “pequeno-almoço reforçado”.  É sempre uma excelente ocasião para uma boa conversa, seja para falar de um assunto que os esteja a “melindrar”,  seja para falar sobre o filme que viram na véspera.

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

 

 6 – Na Internet – A maioria das pessoas dirão que todos nós passamos demasiado tempo na Internet, e é aí que eu passo praticamente todo o meu dia, não fosse eu um Internet Marketer de profissão. É natural que quando as crianças chegam da escola queiram descontrair, ir até ao Facebook, jogar um jogo, etc..

Mas aquilo que tenho feito, aproveitando-me no bom sentido das minhas competências é ajudá-los. Sempre que há qualquer coisa que não sabem ou não conseguem resolver na Internet chamam o pai, seja uma configuração, seja uma definição, qualquer coisa que os esteja a “estorvar”, e isto acontece com frequência.

É um momento em que aproveito logo para monitorizar aquilo que fazem e por onde andam “online”. Acabo por lhes explicar como devem fazer para corrigirem aquilo que estava a acontecer, e é mais um bom tempo que passo com cada um deles.

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

7 – Durante os trabalhos de casa – Até as crianças que fazem os seus deveres sozinhos apreciam o interesse que demonstramos. A minha maior dificuldade neste campo é sem dúvida com a minha filha mais velha, que tem 23 anos e está a fazer um mestrado em engenharia das energias renováveis. Quando me apresenta a matemática fico logo assim “às aranhas”. No entanto tenho algo de bom para partilhar. Pela idade que tenho e a profissão que exerço, se há algo que sei fazer bem online são pesquisas, obter fontes, interagir num fórum com esta ou aquela pessoa por forma a obter aquilo que procuro, chegar onde muitos não chegam. Esta é uma das vantagens que me traz a minha profissão.

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

8 – Só porque me apetece – Há dias daqueles…onde estamos cansados, onde nada parece que está bem, onde achas que poderias ter feito mais…e nesses dias…Os Filhos!

Os filhos são o “descanso do guerreiro”, onde só por me agarrar a um deles faz o meu dia valer a pena. Este é outro momento de qualidade que eu escolho sempre que me apetece! 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

(podia morrer a olhar para esta foto que morria feliz!)

 

 9 – Marcar na agenda – Qualquer criança ou adolescente se sente importante quando tem um encontro marcado com um adulto. Mais ainda mais se esse adulto for o pai. Esta técnica é simplesmente maravilhosa no que toca a passar momentos de qualidade com qualquer um dos meus filhos. O facto de estar “marcado na agenda”, significa “importância”, e qualquer Ser Humano se sente importante quando alguém marcou previamente um tempo para passar com ele (ou ela).

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

Este “tempo marcado”, vai averiguar-se ser super importante para qualquer adolescente ou criança, é o tempo em que um adulto precisou de estar com ele.

 

 10 – Os mimos – As crianças e adolescentes precisam de mimos (o que estou eu a dizer…até eu preciso!). Claro que com os adolescentes isto não pode ser em público, sob pena de os embaraçar junto dos amigos (vá-se lá saber porquê). Mas em casa experimenta! É maravilhoso…cada minuto a dar e receber mimos dos miúdos equivale a horas. A minha fagulha “até se pela” e reclama por mimos, e eu aproveito cada momento.

 

10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família
10 Momentos Onde Podes Passar Tempo de Qualidade em Família

 

A ideia é passar o máximo de tempo possível com os filhos, interagir, brincar come eles, conversar…em suma, vê-los crescer!

Este foi o grande motivo por eu ter escolhido a indústria do trabalho a partir de casa. O Internet Marketing permite-me estar em casa, fazer os meus horários e passar todo o tempo do mundo com os meus filhos!

 

Esta realidade pode ser tua!

Forte Abraço!

 

Os Segredos da Autoconfiança em 5 Etapas 1/5

A falta de autoconfiança deve-se apenas a uma emoção básica: O medo!


Esta falta de confiança não é inata. Desenvolveu-se no seguimento de experiências passadas difíceis, que geraram uma crença negativa.

A boa notícia é que, é possível um recondicionamento para se retomar a autoconfiança.

Nos próximos 5 artigos, vou mostrar-te como 5 grandes líderes te podem ajudar a desenvolver a tua autoconfiança.

Este é o primeiro desta série de 5 artigos e tem por título:

1- Obama & a Tomada de Decisão e Responsabilidade

 
Os Segredos da Autoconfiança em 5 Etapas

 

A primeira etapa para ganhares autoconfiança é em primeiro lugar, decidires por ti mesmo!

Todos os grandes líderes conhecem a importância de tomar decisões. E para tomar a decisão de mudar, devemos impreterivelmente tomar consciência de que só nós mesmos somos capazes de tomar uma tal decisão.

Ninguém a não sermos nós, pode decidir por nós!

O presidente dos Estados Unidos dá-nos este precioso concelho:
 

“A mudança nunca virá se esperarmos que venha de outras pessoas ou outros momentos. Nós somos aqueles que esperamos. Nós somos a mudança que procuramos”

– Barack Obama

 

A tomada de responsabilidade é então uma condição Sine qua non à tomada de decisão!

Jim Rohn, autor e coach, insiste igualmente com bastante enfâse sobre a importância da tomada de responsabilidade:

 

 “Deves tomar a tua responsabilidade pessoal. Não podes mudar as circunstâncias, as estações, ou o vento, mas podes mudar-te a ti próprio. É algo que é da tua responsabilidade.”

– Jim Rohn

 

Se tens falta de autoconfiança e queres fazer algo para mudar toma a tua decisão hoje! A decisão de mudares. Assume o compromisso para contigo de fazeres aquilo que for preciso para conseguires!


 

“No instante em que o escravo decide que não será mais escravo, as suas correntes caem”

– Gandhi

 

 

Não percas o próximo artigo desta série: 2-Steve Jobs & a Visão e Motivação

Forte Abraço!

3 Questões Para Mudares De vida

Tens vontade de agir sobre um dos teus problemas?

Queres levar um projeto a “bom porto”?

Tens dificuldade em passar à ação?

 

Tens que saber como criar o “clique”!

click1

 

 

Uma dúvida, uma objeção e hesitas…procrastinas, ou até começas mas paras logo a seguir.

Sabes no entanto que deves passa à ação para realizares esse teu objetivo.

 

O que precisas é de “um clique” para te lançares!

A passagem à ação acorda por vezes muitas resistências, receios e medos. Mas como diz o norte Americano Allan Lokos: « as tuas posses são as tuas ações ».

Logo-Ação

Através desta curta citação podes medir efetivamente a importância de “AGIR”.

Hoje quero ajudar-te a criares ou desencadeares um “clique” que pode mudar literalmente a tua vida!

Para isso vou propor-te um exercício, um exercício simples fundamentado em 3 questões.

Antes de começares vou deixar-te algumas recomendações:

– Reflete com tempo a cada questão, toma tempo para projetares, para sentires os teus arrependimentos.

– Escreve as tuas respostas num caderno ou numa folha, a caneta.

– Se as respostas não surgirem logo, não desistas, “rabisca” algumas palavras para arrancares.

– Não procures escrever frases bonitas, apenas quilo que sentes.

Vamos lá então!

 

 

 

1ª Questão: Do que posso vir a arrepender-me se não passar à ação hoje?

Nesta primeira questão deves projetares-te no futuro e olhar para trás, como que se nunca tivesses passado à ação. Deves olhar para o teu futuro como se não tivesses feito nada para mudar a tua vida.

Deves ter coisas que queres fazer na vida, descobrir, viajar, constituir uma família, montar o teu próprio negócio, voltar a estudar, dedicar-te a uma causa, etc…

Quias são os teus objetivos mais importantes, os teus sonhos?

Agora imagina…imagina que daqui a 10 anos não fizeste nada…porque nunca passaste á ação!

O que sentes? Quais são os teus arrependimentos?

Através desta primeira questão, trata-se de tomares consciência que realizares aquilo que queres para a tua vida só depende de uma coisa: Passares à ação!

Adiar a ação pode sem dúvida criar dolorosos arrependimentos para o futuro.

«Tinha vontade de mudar a minha vida, mas o meu único erro foi não me mexer!»

 

Este é um exemplo daquilo que podes vir a sentir no futuro se não agires!

Vamos então continuar a criar o “clique”? Siga…

 

 

 

2ª Questão: Quais são os projetos, sonhos e ações passadas sobre as quais não agi? Sobre as quais não coloquei ação?

Desta feita com a segunda questão podes analisar o passado. Podes fazer uma lista daquilo que não conseguiste fazer porque não agiste.
Esta reflexão pode servir para fazeres um ponto da situação. Muitas coisas que quiseste fazer no passado podem já não fazer sentido hoje, mas outras até podem ter crescido e terem-se tornado ainda mais importantes. Cabe-te a ti filtrares.

Se tens a impressão de te teres esquecido durante os anos, deixa-me dizer-te o seguinte:

– Nunca é tarde demais para passares á ação. Se agires agora evitarás arrependimentos futuros.

Qual é então o último “eixo de reflexão” que te vai permitir desencadeares um “clique” para agires?

Vou dar-te a resposta no próximo parágrafo…

 

 

 

 3ª Questão: Estarei eu satisfeito(a) a 100% com a minha situação atual?

 

Esta 3ª questão está completamente ancorada no presente. Se estiveres satisfeito(a) com a tua vida presente, ótimo!

Mas se ao contrário a tua resposta for não, a questão pertinente que te deves colocar é:

«Estarei 100% seguro que nada posso fazer para mudar?»

É impossível que a tua margem de manobra seja completamente inexistente.

Questiona-te então:

«Qual é a primeira ação simples que posso fazer para melhorar?»

Foca-te numa ação simples, uma ação possível, que possas realizar hoje ainda!

Esta primeira passagem à ação vai desencadear um processo positivo que te vai permitir avançaras progressivamente!

 

Agora a bola está do teu lado!

Mete ação!

REGISTA-TE!

Formação TOP Para Internet Marketer e Community Manager

Trabalhar online a partir de casa tornou-se já uma realidade para muitos milhares de pessoas.

 
Formação TOP Para Internet Marketer & Community Manager

 

 

O Internet Marketing profissional é hoje ensinado por toda a web, mas atenção!

Poucos são aqueles que ensinam que já têm grandes resultados e muitos menos são aqueles que aprendem e conseguem esses mesmos resultados.

Eu tive a sorte de aprender a fazer esta profissão que tanto gosto com o grupo dos Lazy Millionaires, um grupo de empreendedores online que trabalha com os produtos digitais da Empower Network, uma gigantesca plataforma de afiliados que comercializa cursos sobre Internet marketing de topo sob a forma de info-produtos.

Formação TOP Para Internet Marketer & Community Manager

Os Lazy Millionaires fornecem a todos os seus afiliados um backoffice ou escritório virtual com todas as ferramentas necessárias para se aprender e desenvolver esta profissão. Neste escritório virtual encontramos uma imensa panóplia de formações para todo o tipo de utilizadores, desde aquele que acabou de entrar e não sabe ainda praticamente nada sobre o tema até ao Internet Marketer mais experiente.

Foi no seio desta comunidade de empresários online que nasceu a Universidade da Tribo. Uma Universidade que como em qualquer outra os alunos vão graduando e passando de nível. Nesta universidade aprende-se tudo em pormenor e na prática sobre a profissão de Internet Marketer. Começa-se no básico e acaba-se no grupo de líderes, passando por um grupo a que chamamos o grupo de alta velocidade.

Formação TOP Para Internet Marketer & Community Manager

É neste grupo de alta velocidade que se aprendem “a sério” as verdadeiras competências de um Internet Marketer e é com os conhecimentos aqui adquiridos que muitos ficam igualmente capacitados a exercerem a profissão de community manager ou gestor de redes sociais.

Na alta velocidade da Tribo, o nível de formação e o conhecimento aplicado é profissional e é o topo desta indústria. É aqui que nascem os primeiros milhares de dólares faturados online e é aqui que formam os profissionais de elite desta área.

Deixo-te abaixo um vídeo para que possas “espreitar” o evento que fazemos a cada fim de ciclo de formação. O Evento Aula Magna da Tribo dos Lazy Millionaires.

Podes começar hoje mesmo a tua formação de topo comigo, com os Lazy Millionaires e com a Universidade da Tribo, basta para isso adquirires a tua subscrição mensal para o teu blog por $25 Dólares mensais:

Gestor de Redes Sociais ou « Community Manager» O Que É ?

A evolução do e-comerce e da web 2.0 viu nascer uma nova profissão, a função de «community manager» ou gestor/analista de redes sociais, na fronteira entre a comunicação com os clientes e o web marketing.

O seu papel é projetar a presença e notoriedade da empresa ou marca na Internet através das redes sociais, criando uma relação e interação com o seu nicho de mercado. A moderação dos diversos canais de comunicação nas redes é outra tarefa fundamental de um «community manager».

Gestor de redes Sociais ou « Community Manager» o que é

 

O “coração” desta nova profissão reside então nesta relação com os internautas, que são influenciados positivamente a entrarem num “funil de marketing” que começa por uma simples newsletter e vai até á venda.

 

Investir num gestor de redes sociais é investir na construção de uma audiência e reunir um público-alvo metodicamente segmentado conforme o nicho da empresa, alcançável num único lugar.

Imaginam as vantagens que isto pode trazer?

A Missão do «Community Manager»

– Assegurar a reputação da empresa

– Animar as redes sociais: Facebook, Twitter, Google +, Blog, etc…

– Responder às questões dos internautas

– Partilha e escreve sobre as novidades da empresa no Blog

– Constrói relações e incentiva a audiência ao envolvimento constante

– Analisa os dados de suporte à comunicação em plataformas de email marketing

 


Porque as empresas precisam de um gestor de redes?

As redes sociais modificaram drasticamente a relação entre uma empresa e os seus clientes.

Todas as empresas fossem elas pequenas, médias ou grandes e em qualquer setor de atividade, “espelhavam” a sua imagem através de um web site na Internet. Hoje já não é bem assim, as empresas evoluíram no sentido de uma visão dinâmica e interativa da sua comunicação. Os blogs e os espaços de expressão nas redes sociais permitem este movimento de fundo que visa a tornar “atores” os clientes e prospetos de uma empresa.

Gestor de redes Sociais ou « Community Manager» o que é

Qualquer publicidade, qualquer envolvimento ou opinião emitida por parte de uma empresa recebe uma resposta imediata em todos os canais de comunicação das redes sociais. O que requer uma constante atenção e monitorização desses mesmos canais.


A minha empresa precisa mesmo de um gestor de redes sociais?


Claro que sim, e será cada vez mais essencial, pois aquilo que irá tornar uma empresa influente num futuro muito próximo não será o seu tamanho ou o número de colaboradores que emprega, mas sim a sua comunidade online.
Há 10 anos atrás, todos colocavam a mesma questão com a Internet: Será que a minha empresa precisa mesmo de um web site?

Hoje é impensável uma empresa não investir num web site e não usar esse potencial de crescimento. Ainda há poucos anos um web site bastava para tornar uma empresa visível. Hoje ainda é muito bom ter um site, mas não deixa de ser uma ferramenta de comunicação estática de uma via apenas.

Os clientes e prospetos adquiriram o hábito de se dirigirem às empresas por email e cada vez mais por intermédio das redes socias, que é o mais simples e rápido de todos os meios de comunicação.

O «Comunity Manager» ou gestor de redes sociais, torna-se então essencial para a relação das empresas com os clientes, quer para difundir informação, quer para criar relações com internautas que amanhã poderão transformar-se em clientes ou embaixadores.

 

Gestor de redes Sociais ou « Community Manager» o que é

Ter um site/blog regularmente atualizado e adicionar-lhe uma presença ativa nas redes sociais permite:

– Detetar disfunções e acelerar a inovação no processo da empresa.
– Captar novas tendências e identificar a concorrência.

– Alargar o potencial de informação de clientes e prospetos.

– Aumentar o tráfego para o site da empresa.

 

 

Competências, personalidade e trunfos:

 

Bons conhecimentos de Internet e principalmente das redes sociais, ser capaz de utilizar ferramentas de tratamento de imagem, vídeo e som. Ter algumas noções de código HTML e CSS. Tem uma visão ampla de marketing, domina plataformas de email-marketing e trabalha com inúmeras fontes de tráfego. Tem fibra de vigilante e sabe ser um profissional da comunicação. Deve obviamente também ter um bom conhecimento sobre os produtos e serviços que a empresa oferece.

Os seus trunfos:

– A paixão pela Internet: É apaixonado pelos novos media, redes sociais, atualidade, pelo frenesim do marketing e pela cultura web.

– Relaciona-se bem: Tem gosto pelo contacto com as pessoas e pelo trabalho em equipa, faz uso de escuta ativa e empatia, gosta de ajudar os outros e tem sentido de diplomacia.

– Excelente capacidade de comunicação: Um português inquestionável, boas qualidades de redação, sentido de comunicação oral e escrita, saber inglês.

– Informatica: XML/HTML, PHP, MySQL, Zend, Flash, Dreamweaver, CSS, WordPress, MS Office, Photoshop, etc…

 

 

Que Futuro?

A profissão de « Community Manager » está ainda no seu nascimento, embora já exista há alguns anos. O mercado de trabalho para esta função vai forçosamente desenvolver-se.

Nos dias de hoje os únicos profissionais que reúnem as competências necessárias para o desenvolvimento desta profissão são os “Internet Marketers” e não são todos. São aqueles pela sua perseverança e vontade de aprender “desbravaram” caminho na Industria do Internet Marketing, capacitando-se assim para as funções desta profissão.

 

 


Artigos relacionados com Gestor/gestão de redes sociais:

Porque Deves Contratar Um Gestor De Redes Sociais Para A Tua Empresa?

Qual O papel De Um gestor De Redes Sociais?

Precisas de um gestor de redes sociais?

Entra em contacto comigo:

Email: geral@oliviercorreia.com

Telemóvel: 351 915 371 160

Facebook: https://www.facebook.com/oliviercorreia.professional

Podes ainda fazer o teu registo direto aqui: REGISTO

Instruções em português aqui: INSTRUÇÕES  (ponto #36)

Qual O papel De Um gestor De Redes Sociais?

Neste momento todos os empresários (ou quase todos, pelo menos os que estão atentos), se questionam se devem ou não contratar os serviços de um gestor de redes sociais.

Qual O papel De Um gestor De Redes Sociais?

Apesar de todos notarem a crescente popularidade das redes sociais, muitos são aqueles que não sabem como, quando ou porque o deveriam fazer.

Notam que os amigos, colegas, empregados, filhos e familiares estão todos presentes e ativos a um nível mais pessoal. Mas…o que muitos não vêm é que os seus atuais e futuros clientes também lá estão!

Neste preciso momento em que estás a ler este artigo, os teus clientes estão mergulhados nos confins de uma rede social a verem passar mesmo por debaixo dos seus narizes a publicidade e presença dos teus concorrentes. Interagindo com eles, a meter “gostos” nas suas páginas de fãs e a ler as vantagens dos seus serviços e produtos.

Falam também entre eles, criam relações de proximidade com outros internautas, descobrem gostos em comum, descobrem fornecedores comuns e quando isto acontece, basta muitas vezes alguém com quem simpatizam emitir uma opinião positiva sobre um dos teus concorrentes para tu passas á história…

Qual O papel De Um gestor De Redes Sociais?


Pois é…

E que tal teres a oportunidade de também fazeres parte, fazeres parte da paisagem social dos teus clientes, como uma autoridade no te ramo?

Ouvir as suas experiências em primeira mão, o que sentem que poderias melhorar neste ou naquele serviço ou produto? O que compraram noutro lado porque tu não tens para venda?

Se ainda não estás convencido sobre o porquê de teres que recorrer a um gestor de redes sociais para o teu negócio não há problema nenhum, vou dar-te mais 5 razões:

Contratares alguém com uma vasta experiência e conhecimento nestas plataformas e ferramentas vai trazer-te enormes benefícios. As redes sociais estão em constante evolução e mudança e apenas um profissional do ramo pode acompanhar esta evolução, mantendo-se permanentemente atualizado, estudando, apreendendo novos protocolos, usando sempre as ferramentas mais atuais e as estratégias adequadas a essa mesma mudança.

  1. Só porque já tens conta em algumas redes sociais, não significa que as saibas usar para o teu negócio de forma correta. Se tens uma página de fãs no Facebook e uma conta no Twitter, onde “de vez em quando” atualizas o teu estado ou colocas um post (quando tens tempo e paciência) …já começaste mal.

    Na realidade é mais prejudicial ao teu negócio teres uma página inativa do que não teres página de todo.

  2. Contrariamente aquilo que possas pensar, só porque o teu sobrinho de 12 anos tem uma conta de Facebook, não quer dizer que ele possa (ou deva) criar a tua página de fãs profissional.

    Contrata um profissional. O teu objetivo deve ser tornares-te uma autoridade no teu nicho através da tua presença online, a tua presença deve ultrapassar a da tua concorrência. Um Blog, um site melhor, uma pagina de fãs no Facebook feita e gerida por um profissional de tráfego, uma conta no Twitter, imagens editadas de forma profissional, um canal no Youtube, etc…

  3. Precisas de alguém que te lembre de não falares para o boneco! O que quero dizer com isto é que é extremamente fácil “esconder-te” no Facebook, deixar de receber as notificações daquilo que escreves, deixar de te seguir no Twitter. Tão fácil que está á distância de um clique!
    Precisas de alguém que desenvolva por ti estratégias de conteúdo por forma a gerar envolvimento nos teus seguidores. Isso só se faz usando técnicas específicas de marketing de atração para que os teus fãs interajam não só com a tua página mas entre eles a teu respeito.

  4. Precisas de ter um plano de marketing online e uma estratégia precisa para as redes sociais. Um plano que te forneça um autêntico mapa para que não te percas pelo caminho. Tens que ser consistente com o teu conteúdo e mais importante ainda tens que te certificar que esse conteúdo traz valor.

  5. Teres um gestor de redes sociais no teu negócio, poupa-te uma infinidade de tempo (o teu bem mais precioso). Mesmo sendo feita por um profissional das redes sociais, qualquer campanha publicitária que se faça por exemplo no Facebook requer conhecimentos avançados em análise de tráfego, segmentação de nichos, construção de listas de subscritores, análise de custos por clique, por visualização, saber configurar um servidor de email para fazer email marketing aos futuros clientes, fazer retargeting com a criação de um público alvo e uma série de outras técnicas que só que faz estas tarefas numa base diária tem conhecimento. Porque é a sua profissão!

    Um gestor de redes sociais é aquela pessoa que vai fazer com que te distingas da concorrência e que te possas focar a 100% no teu negócio sem te preocupares com outras coias.

Se estás pronto para dar o salto para outro patamar digital contacta-me!

Skype: oliviercorreia1

Telemóvel: 351 915 371 160

Facebookhttps://www.facebook.com/oliviercorreia.professional

Forte Abraço!

Nunca Mais precisas De Estar Só

Imagina um grupo de trabalho.

Um grupo de pessoas que trabalham online na indústria do trabalho a partir de casa.

Um grupo de Internet Marketers, que numa base diária partilham todos os seus conhecimentos, experiências, testes e todo o tipo de informações preciosas para qualquer pessoa que queira aprender esta profissão.


Agora imagina, que a pessoa com mais sucesso destes empreendedores online, faz algo nunca feito nem visto nesta indústria.

Imagina que vais poder assistir durante mais de duas horas e meia, ao vivo a todas as tarefas que essa pessoa faz para ter o sucesso que tem.

Foi o que fizemos hoje, durante mais de duas horas e meia, estivemos todos com muita atenção a assistir àquilo que o meu amigo Rui Gabriel estava a fazer.

Rui Gabriel

Tudo começou com a escrita de um artigo no seu blog, com a preparação do mesmo. Desde como lhe surgiu a ideia de escrever sobre o que escreveu, onde foi buscar as imagens que colocou no artigo, onde vai guardando as ideias que vai tendo para futuros artigos, como as organiza…imaginas o grau de detalhe? hehe foi fantástico.

 

Mas não se ficou por aqui, vimos ainda o Rui a fazer a sindicância desse mesmo artigo pelas redes sociais, vimo-lo literalmente a “espalhar” aquele artigo por toda a Internet.

 

Mostrou-nos ainda como faz a sua publicidade diária no facebook, como analisa o seu tráfego, quais são os critérios que usa para manter ou não uma campanha, a quantidade de tráfego orgânico que consegue obter em poucos minutos…enfim..tudo aquilo que ao fim ao cabo é o nosso trabalho diário.

 

O Rui não fez nada de diferente daquilo que a maioria de nós faz e para muitos tudo o que ele fez não foi novidade nenhuma. Mas consegues imaginar o poder que isto tem para uma pessoa acabada de chegar a esta indústria?

 

Mas vou contar-te um segredo, o Rui é daquelas pessoas com que se aprende sempre!

 

E tu, mesmo que já trabalhes em Internet Marketing, acredita que vais aprender muito quando finalmente decidires juntar-te a nós. O que podes fazer de imediato fazendo o teu registo AQUI por $25 dólares.

 

E o melhor de tudo é que: Nunca Mais precisas De Estar Só

 

Não esperes mais junta-te a nós agora mesmo!