Os 3 Tipos de Vidas que Podes Levar

Acredito que existam 3 tipos de vidas no espectro da vida. Dependendo em qual delas nos situamos vamos determinar com isso a nossa qualidade de vida.

A chave é sabermos honestamente onde nos encontramos e tomar a decisão honesta de mudarmos.


 

1º Tipo de Vida

A Vida Armadilhada

As pessoas encontram-se presas às suas circunstâncias e nas expectativas dos outros.

“Agarrados” aos seus sistemas de crenças limitativas, acham que nunca se vão libertar.

A maioria de nós já passou e outros ainda estão presos nesta vida.

É como quando se mete um leão selvagem no jardim zoológico. O leão passa algum tempo a lutar para sair da sua jaula e com o tempo e a frustração acaba por se conformar.

As pessoas não são diferentes. Torna-se fácil identificar aqueles que estão presos nesta vida, todos usam um padrão de comunicação recorrente, apontam constantemente o mundo como a culpa principal dos seus destinos, o mal está sempre nos outros e acham-se incompreendidos.

Acreditam que as suas circunstâncias são as piores de todas e operam a partir de um alto nível do ego.

Só há duas coisas que podem fazer com que alguém se desprenda deste tipo de vida:

A) Um fator externo que apareça nesta vida, como uma nova relação com alguém que vai influenciar a decisão de mudar, ganhar dinheiro do nada, como a lotaria, uma herança, etc… Só este tipo de acontecimentos externos podem transformar esta vida.

B) Um fator interno. Algo muda dentro da pessoa. Uma tomada de consciência que a leva a querer mudar e a tomar a decisão de colocar ação.

2º Tipo de Vida

A Vida Confortável

Este tipo de vida é caracterizado pelo conforto material. O dinheiro já não é problema, pagam-se as dividas e todas as contas. É a típica “vida de dois lugares de garagem”.

Ganharam-se competências novas que postas a uso garante o equilíbrio familiar e financeiro.

…no entanto…algumas pessoas aqui começam a querer algo mais….

3º Tipo de Vida

A Vida Poderosa

Esta vida, caracterizada por um elevado estado de energia e paixão, é vivida em constante desafio e causas maiores.
É a vida em que o ser humano se começa a preocupar com o Humanitarismo e a ação social.

Esta vida já não é guiada pelo materialismo e o conforto, mas sim por uma constante busca do alargamento da nossa própria zona de conforto.

Crescer a servir é o lema desta vida.

É um pouco aquilo que fazem os Lazy Millionaires, estes empreendedores sociais que têm por lema: “Desfrutar a Vida e Fazer a Diferença”

Mais sobre os Lazy Millionaires aqui: http://oliviercorreia.com/c/?p=f1lcpt

Forte Abraço para ti!

A Jornada!

“A impressão de que o momento presente não nos chega é um dos paradigmas mais enraizados no Ser Humano”
– Krishnamurti

 

 

O que é mais importante para ti: Os teus objetivos, ou o teu bem-estar?
Os dois, naturalmente. Mas qual privilegias no teu quotidiano?

Estou a pensar mal supondo que como a maioria das pessoas, sacrificas o presente em virtude do futuro?

Dizes constantemente, tudo irá ser melhor quando….e continuas a perseguir o sonho?

Então diz-me: Porque estás nesta cruzada? O que procuras atingir através dos teus objetivos?
Deixa-me adivinhar…A felicidade? A serenidade?


O que justifica plenamente o stress e o sacrifício certo?

Ao contrário daquilo que possa parecer não estou a ser irónico, está na natureza humana funcionar desta forma. E se recebes os meus emails e lês os meus artigos, sabes bem que falo muitas vezes que devemos sair da nossa zona de conforto para fazer as coisas acontecerem…que deve “doer” até.

É claro que os nossos sonhos devem ser tudo para nós, é claro que devemos dar um sentido importante á nossa vida, um significado, uma direção.

Mas quando temos sonhos e lutamos por eles, não podemos fazer dessa caminhada um inferno. Devemos apontar ao cimo e apreciar a ascensão. Devemos gozar da jornada.

Só assim teremos coragem de a preservar até ao sonho. E enquanto desfrutamos da jornada e do momento presente, vivemos coisas fantásticas e maravilhosas.

Nunca te esqueças disto!

Vive o momento presente e desfruta da jornada!

Do teu amigo

Olivier

Quero Mudar de Vida!

Muitas são as pessoas que me abordam nas redes sociais e até na rua e me dizem: Quero Mudar de Vida! Estou farto(a) de fazer aquilo que faço e de viver a contar tostões.

Compreendo perfeitamente a frustração, pois eu também já aí estive! A questão que se coloca aqui, e é aquela que eu coloco sempre a quem me interpela desta forma é a seguinte:

O que estás disposto(a) a fazer para mudar de vida?

A resposta é sempre a mesma: 

-O que for preciso!

No entanto, depois na prática, as coisas não são bem assim.

A maioria das pessoas quer mudar as suas vidas. Isso eu entendo perfeitamente. O que acontece é que não querem mudar de forma de pensar e consequentemente de agir. Ficam completamente “presas” a velhos paradigmas e formas de pensar:

– Guardam os “tostões” a sete chaves (não vá haver uma catástrofe e não tenham dinheiro para comprar feijões)

– Quando lhes digo: Lê este livro, perguntam-me se não tenho o filme.

– Quando lhes pergunto se têm noção de quem é a responsabilidade das suas situações atuais, dizem-me que é de todos menos deles.

– Quando me dizem que farão tudo aquilo que for preciso para mudar e lhes digo: Investe aqui na tua formação e desenvolvimento, dizem-me…à não tenho dinheiro nem tempo para isso, fica para o mês que vem.

Será que queres mesmo mudar?

Os meu amigos Artur e Becas Ferreira, ilustram bem o exemplo de pessoas que decidiram mudar as suas vidas. Há algum tempo atrás, despediram-se e foram à luta. Desenvolveram novas competências, investiram na sua educação e, hoje tal como eu trabalham a 100% na Internet. São livres, estão sempre com o seu filho e têm a vida que sempre sonharam!

  

Deixo-te aqui um vídeo, para que possas ver o potencial de mudança que podes de facto atingir para a tua vida:

O que tens que fazer é muito simples!

Clica no botão abaixo, paga os $25 dólares para subscreveres o blog (a tua 1ª ferramenta de trabalho) e contacta-me!