Tomar Notas: 5 Dicas Para Nunca Mais Esqueceres Nada

Tomar notas está longe de ser um sinal de fraqueza ou envelhecimento.

Muito pelo contrário, tomar notas eficazmente, é antes de mais compreender como funciona o cérebro e adotar uma estratégia para não nos preocuparmos com eventuais «esquecimentos», que possam surgir.

Tomar notas, permite-nos não deixar passar ideias e oportunidades que se nos apresentam, de forma não opinada.
O nosso cérebro é uma máquina potente e complexa, que nos pode pregar partidas.

É assim importante, compreender como funciona a «tomada de notas», e usar ferramentas exteriores, os ditos “auxiliares de memória”.

O funcionamento da memória e da tomada de notas


O nosso cérebro é solicitado no quotidiano, por um vasto número de informação mais ou menos importante. Uma informação “espanta” rapidamente outra e assim sucessivamente.
É um bombardeamento permanente. A memória imediata limita-se a alguns segundos.

Numerosas pesquisas científicas sobre o cérebro revelam que, somos capazes de reter durante alguns segundos sete itens em média. Mal se recebe uma informação e esta já foi esquecida.

Para que uma informação se “fixe” no cérebro, é necessário que um processo de tratamento de dados e de triagem tenha lugar. E isto leva tempo, implica numerosas interações entre as diversas informações.
É então inútil arrancarmos os cabelos para tentar reter tudo, e depois nos sentirmos culpados por termos esquecido algo.


Tomar notas: Uma ferramenta indispensável para nada esquecer


Memory loss and alzheimer's medical symbol

Mais vale de facto adotar um sistema de tomada de notas eficaz para libertarmos o cérebro e nos sentirmos mais concentrados em tarefas com mais valor acrescentado.

 

Aliás, diz-se que o Einstein tinha tomado nota do seu próprio número de telefone para não estorvar a sua memória e assim economiza-la para coisas mais importantes.

Do que precisamos de nos lembrar?

 

Todos os dias temos que nos lembrar das entrevistas, das reuniões, das chamadas a fazer, das respostas a dar a fulano ou beltrano, de coisas a comprar ou encomendar, etc.
São então muitas “pequenas informações” que precisamos tomar nota para nada esquecermos.

Mas são também ideias que precisamos guardar.

 

Quando trabalhas num projeto ou organizas um evento, já te deve ter acontecido surgir uma ideia quando estás quase a adormecer, ou no duche ou até a passear em família.

 

Então dizes que é uma excelente ideia e que a vais anotar assim que acordares, ou saires do duche ou regressares a casa.

 

Errado!

 

Existem fortes probabilidades de que a tua brilhante ideia tenho “ganho asas” e voado 🙂

emails

É por isso que te proponho hoje 5 dicas concretas para nunca mais esquecer nada de novo.

Dica 1: “Arma-te” de uma armadilha de ideias e informação.

ideia

Trata-se de dispores de um suporte para poderes anotar informações a reter (um numero de telefone, um nome, um encontro) ou uma ideia que possa servir ao teu projeto.

Não importa se for suporte papel ou digital. O que conta, é que integres este suporte nos teus hábitos quotidianos.

Pode parecer algo simples e conhecido de todos mas…será que o fazes?

 

Eu uso dois tipos de suporte, um caderno de capa rija e o meu iPhone. Pessoalmente esta dica simples permitiu-me nunca mais esquecer as “ideias geniais” que aparecem de lado nenhum.

Dica 2: Escolhe aplicações de smartphone fáceis de usar.


notas

Se tens o teu smartphone em permanência contigo, escolhe uma aplicação como o “Google Agenda” ou uma simples aplicação de tomada de notas.

Existem numerosas aplicações para tomada de notas, deves escolher aquela que te parece mais pratica. Acima de tudo não compliques a tua vida com ferramentas demasiado sofisticadas.

Keep it simple 😉


Para tomares notas com estas aplicações, a ferramenta deve ser adaptada à forma como habitualmente procedes. Evita seres invadido constantemente por notificações intempestivas.

Dica 3: Não negligencies as ferramentas tradicionais. Agenda, bloco de notas ou caderno.

notas

Se preferes o suporte papel, opta então por uma pequena agenda ou um pequeno bloco.

Estas ferramentas têm a vantagem de poderem ir contigo para todo o lado, sem te preocupares em carregá-los ou sincronizá-los. Apesar de ter o inconveniente de teres que ter sempre contigo uma caneta, que se pode perder facilmente.

Na era digital em que vivemos, pode ser interessante conservares um suporte papel. O facto de escreveres à mão ajuda a retenção de dados em memória.

Aconselho-te ainda a teres sempre um bloco de notas á cabeceira da cama, para assim poderes anotar as ideias que te vão surgindo de noite, mesmo que durmas com o smartphone ao teu lado.


Dica 4: Para tomares notas eficazmente, faz uma triagem regular das mesmas

notas

Anula as notas desatualizadas

 

Redefine as informações importantes em função das tuas prioridades atuais

 

Se tiveres tendência a esquecer algumas coisas mesmo tomando notas, podes adotar um código de cores para poderes identificar sempre a informação mais importante

 

Pessoalmente considero que a vida útil de uma nota que não foi nem triada nem priorizada, se situa entre 2 a 7 dias. Acima disso as notas tendem a empilhar-se numa gaveta de despejo, para finalmente de nada servir.

 

 

Dica 5: Introduz imagens nas tuas notas

sol1

 

O nosso cérebro funciona mesmo assim. É mais fácil guardar imagens em memória do que palavras ou números.

 

Não é frequente proceder-se assim, mas experimenta e verás por ti mesmo a força das imagens. Podes por exemplo numa nota escrita esboçares um desenho, ou até tirares uma foto de uma nota e afixá-la onde aches pertinente.

 

Acredita…isto muda tudo quanto a tomar notas 😉 !

Agora deixa-me dizer-te algo muitíssimo interessante…

Foram pequenas dicas destas, que serviram para que conseguisse rentabilizar o meu tempo inteligente e eficazmente e me fizeram ganhar $94.755.33 dólares no ultimo ano, trabalhando a partir de casa.

Agora, “Toma Nota” do que te digo: TU TAMBÉM PODES TRABALHAR A PARTIR DE CASA e ganhares uma pipa de massa literalmente 🙂

REGISTA-TE AQUI para adquirires o teu blog pré-configurado e fazeres parte da equipa.

Vejo-te deste lado!

Forte Abraço!